Translate Welcome

SE ALGUÉM FALAR, FALE SEGUNDO AS PALAVRAS DE DEUS; SE ALGUÉM ADMINISTRAR, ADMINISTRE SEGUNDO O PODER QUE DEUS DÁ, PARA QUE EM TUDO DEUS SEJA GLORIFICADO POR JESUS CRISTO, A QUEM PERTENCE A GLÓRIA E O PODER PARA TODO O SEMPRE. AMÉM. 1 Pe 4.11

A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO

Arquivo do blog

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Reconstruindo a Torre de Babel: O Lado Obscuro da Igreja com Propósitos

Pragmatismo na Igreja

Se você é um leitor assíduo dos artigos, considere tornar-se um assinante e contribuir para a manutenção do site. Veja as informações aqui: http://www.espada.eti.br/contrib.htm

CD-ROM "A Espada do Espírito"


Rick Warren Está Levando os Cristãos Evangélicos Para a Religião Global Ecumênica
O modelo "Igreja com Propósitos", de Rick Warren, está cumprindo a profecia bíblica, com sua liderança rumo à religião global que servirá ao Falso Profeta e ao Anticristo. [21 KB]. Transferido em 7/12

Livro On-line

Reconstruindo a Torre de Babel: O Lado Obscuro da Igreja com Propósitos

Autor: Mac Dominick
Em janeiro de 2005, a Igreja da Comunidade de Saddleback e seu vistoso pastor, Rick Warren, lançaram outro programa de quarenta dias — "40 Dias de Comunidade". O último programa de quarenta dias, "40 Dias de Propósito", que acompanha de mãos dadas o livro de grande sucesso de vendas Uma Vida com Propósitos, foi adquirido por mais de 25.000 igrejas em todo o mundo e o mesmo é esperado para o novo programa "Comunidade".
Entretanto, o sucesso estrondoso dos livros e dos programas de Rick Warren para as igrejas "evangélicas" não corresponde necessariamente com o crescimento espiritual daqueles que lêem esses livros ou participam dos encontros do programa. Na verdade, um exame com discernimento bíblico nos ensinos e filosofias de Rick Warren revela conexões preocupantes com as terminologias e ensinos ocultistas que estão incorporados no centro dessas filosofias.
Rick Warren não merece todos os créditos por sua fórmula "propósitos", pois a lista de cúmplices e aliados cresce a cada dia. Os princípios promovidos por Rick Warren estiveram em desenvolvimento e elaboração por muitos indivíduos ao longo dos anos, mas Rick Warren, Bill Hybels, Bob Buford e um punhado de outros estão agora liderando o ímpeto por uma nova "revolução" dentro da igreja. Os pastores "evangélicos" e "fundamentalistas" estão se alistando na revolução e pulando para dentro da carroça aos milhares.
Se sua igreja está passando por um período de transição de forma a adotar um novo paradigma, um novo "modo de fazer igreja", ou se participou nos "40 Dias de Propósito", "40 Dias de Comunidade", ou se está planejando participar de um desses programas no futuro próximo, este livro será vital para sua compreensão de todas as ramificações mais obscuras desses programas que parecem tão bons à primeira vista.
Introdução
Os movimentos mais recentes na construção da Igreja do Novo Paradigma, orientada para resultados, compartilham algumas similaridades muito estranhas e desconcertantes com as forças tenebrosas do ocultismo. Este livro examinará esses conceitos ocultistas e estabelecerá como os evangélicos modernos, que afirmam estarem "construindo o reino de Deus" estão, na realidade, reconstruindo a Torre de Babel. Artigo patrocinado
Capítulo 1: O Anjo de Luz
Não somente Lúcifer mentiu para Eva quando disse "Certamente não morrereis", mas também mentiu quando disse: "Sereis como Deus". A premissa básica do panteísmo é a divindade não somente do homem, mas de tudo o mais também. A adição do monismo complementa a versão "ocidentalizada" moderna da imanência: Deus é tudo e está "em tudo". A infusão do panteísmo monístico na cultura geral é preocupante, mas a introdução desses princípios na igreja é ainda mais devastadora. As sutis infusões da "evolução teísta", do misticismo, das terminologias ocultistas, do globalismo, das ciências do comportamento, dos processos orientados para resultados (pragmáticos) e as irregularidades doutrinárias veladas ameaçam destruir os fundamentos da fé até o ponto em que a igreja "evangélica" implodirá e desabará sobre si mesma por falta de uma base sólida. [43 KB] Artigo patrocinado
Capítulo 2: Feitiçaria na Igreja?
O Novo Testamento adverte sobre a infiltração sorrateira de falsos mestres nas assembléias cristãs. Se a igreja primitiva pôde ser enganada pelo gnosticismo e outras crenças ocultistas — o que torna a igreja moderna imune a uma enganação como a bruxaria? Considerando-se a ignorância generalizada e as concepções errôneas acerca da bruxaria, uma discussão detalhada da bruxaria precisa ser feita como um pré-requisito em qualquer exame das infusões do ocultismo nas igrejas locais. A chave para compreender a moderna feitiçaria é entender o conceito da deusa-mãe. Uma vez que esse aspecto seja incorporado na equação, o bruxo moderno pode ser visto claramente como alguém que está envolvido em uma religião da natureza e em um culto de fertilidade em que toda a natureza é vista como divina, e a "Mãe Terra', ou "Gaia" é uma entidade viva que respira e que precisa ser adorada. [45 KB] Artigo patrocinado
Capítulo 3: A Essência Religiosa de Comunidade
Como ilustrado no capítulo anterior, os três pilares na adoração à deusa-mãe e na bruxaria moderna são: imanência, interconexão e comunidade. O Cap. 3 explora as fontes religiosas ocultistas que promovem não apenas comunidade, mas também outros conceitos e princípios que são similares aos do Movimento de Crescimento de Igrejas. Quando as comparações são feitas entre as práticas tenebrosas da Nova Era, da feitiçaria, da psicografia e da teosofia com a "cultura popular evangélica", os resultados são além da imaginação. [44 KB] Artigo patrocinado
Capítulo 4: Construindo o Céu na Terra
Muitos pastores e leigos cristãos estão usando a expressão "construir o reino de Deus". Entretanto, o uso dessa terminologia não é apenas biblicamente incorreto, mas pode ser indicador de questões mais sérias. O que é o "reino de Deus" e quando ele aparecerá na Terra? Os cristãos desta época podem ajudar Deus na criação do Seu reino? Está o reino de Deus no horizonte próximo? A Nova Ordem Mundial será o reino de Deus ou o reino de Satanás? O plano P.E.A.C.E, de Rick Warren, ajudará Deus a construir Seu reino, ou centenas de milhares de cristãos estão sendo levados a seguir os teóricos dos sistemas e suas utopias? O Capítulo 4 não somente responde a essas e outras questões, mas começa a juntar as peças do quebra-cabeças para formar o quadro grande. Na análise final, o leitor descobrirá que, em vez de construir o reino de Deus, os evangélicos podem estar na realidade reconstruindo a Torre de Babel. [63 KB] Artigo patrocinado
Capítulo 5: Sou Eu Líder do Meu Irmão?
Você já observou a recente obsessão nas igrejas evangélicas com liderança, treinamento em liderança e voluntariado? Autores como Rick Warren, John Maxwell e Bill Hybels escreveram livros sobre esses assuntos, que parecem andar de mãos dadas e usar as mesmas terminologias. É esse um novo ensino da igreja e devem os cristãos se alistar no grande exército de líderes voluntários? Esse ensino é bíblico? Este capítulo detalhará os problemas com os planos de desenvolvimento de habilidades de liderança e voluntariado dos flautistas de Hamelin da Igreja do Novo Paradigma. Na verdade, a fonte de toda essa nova direção está muito distante da Bíblia e pode ser encontrada há mais de cinqüenta anos nos livros de autores ocultistas. Leia este capítulo para descobrir a direção que está sendo seguida pelos expoentes do novo paradigma e analise as "coincidências" para chegar às suas próprias conclusões. [60 KB] Artigo patrocinado

O Que Há de Errado com a Igreja do Século 21? — Parte 3: Como Diaprax se Manifesta na Igreja Substituir a pregação e o ensino da Palavra de Deus por estruturas empresariais e de administração humanas é uma negação direta da suficiência da Palavra de Deus e uma negação da verdade das Escrituras. Esta parte investiga a Rede de Liderança e a influência do guru da administração Peter Drucker no Movimento de Crescimento de Igrejas. [95 KB] Artigo patrocinado
O Que Há de Errado com a Igreja do Século 21? — Parte 1 (Visão Geral) e Parte 2 (Diaprax na Igreja) Há um fenômeno que está tomando as igrejas evangélicas históricas de assalto, mas de modo algum é cristão. Apresentado como Crescimento de Igrejas, Propósitos, Movimento Orientado por Missão, igrejas que fazem discípulos, células — ou meta-igrejas, "um novo modo de fazer igreja" e igreja do século 21, esse movimento deve ser de profunda preocupação para qualquer um que se considere cristão. Ele consiste da utilização de técnicas modernas de marketing pela igreja, de modo a atrair e manter um grande número de pessoas (atendendo às 'necessidades sentidas' delas). A igreja então 'converte' essas pessoas e as 'discipula' por meio do uso de técnicas da administração organizacional moderna (estilo TQM — Gerenciamento da Qualidade Total), para que elas possam produzir transformações na comunidade e no mundo. Os membros da igreja, tornam-se assim agentes de mudança social, ou 'agentes de transformação'. Este tratado revelará a origem e direção da "transformação" pela qual a igreja está passando e depois reproduzindo na comunidade e no mundo. [52 KB] Artigos patrocinados
A Enganação dos Propósitos em uma Escala Global Agora que o pastor Rick Warren, da Igreja da Comunidade de Saddleback, revelou que é membro de carteirinha do CFR (Conselho das Relações Internacionais), como devemos avaliar seu programa Igreja com Propósitos e o Plano PEACE? [25 KB] Artigo patrocinado
Cristianismo Emergente: Parte 1: Saindo do Caixote; Parte 2: Das Raizes Gnósticas ao Reavivamento Ocultista Uma nova espiritualidade! Esta é uma busca que está acontecendo nas igrejas emergentes. O velho evangelho choca-se com os novos sonhos e estilos de vida. Uma enxurrada de tentações místicas está invadindo as igrejas e nossa cultura. Elas nos convidam a deixar a antiga e inflexível Palavra de Deus e explorar os novos modos do mundo e do espírito. Naturalmente, um crescente consenso de buscadores de "mente aberta" afirma que a verdade de Deus é "divisiva demais" para se encaixar na nova visão deles de unidade global e espiritualidade experimental. [32 KB] Artigo patrocinado
O Plano P.E.A.C.E. e os Objetivos do Milênio da ONU — Parte 3: A Quem Servimos? A marcha rumo à solidariedade global. A rede abrangente de sistemas comunitários sonhada pelo guru da administração Peter Drucker (o mentor de Rick Warren) está agora sendo adotada por pastores, políticos, governantes e líderes comunitários em todo o mundo. [33 KB] Artigo patrocinado
O Plano P.E.A.C.E. e os Objetivos do Milênio da ONU — Parte 2: Equipando os Líderes Para 'Liderarem Como Jesus' O pastor Rick Warren está sujeito às diretrizes globais porque opera dentro da estrutura do sistema de gerenciamento global da ONU. Portanto, em vez de evitá-lo por ser um cristão, os líderes globalistas o cortejam como um útil colaborador. Afinal, eles já tinham planejado vincular as igrejas do mundo com sua agenda e precisavam de um Flautista de Hamelin que pudesse atrair as massas para a visão da solidariedade global. A Igreja de Saddleback contratou o autor e conferencista de Nova Era Ken Blanchard para ajudar a treinar os líderes para o Plano P.E.A.C.E. [38 KB] Artigo patrocinado
O Plano P.E.A.C.E. e os Objetivos do Milênio da ONU — Parte 1: A Igreja Global Emergente Um evangelho aguado, sem a verdade bíblica ofensiva e focado na dignidade do homem, em vez de na justiça de Deus, encaixa-se perfeitamente bem com a visão da UNESCO em sua Declaração Sobre o Papel da Religião na Promoção de uma Cultura de Paz. [35 KB] Artigo patrocinado
Criando Comunidade (Parte 2) Por Meio de uma Nova Forma de Pensar Estão as igrejas do novo paradigma trocando a unidade espiritual que temos em Cristo por uma visão mais inclusiva da unicidade, como a proposta pela UNESCO e pelos modernos gurus da administração? [39 KB] Artigo patrocinado
Criando Comunidade (Parte 1) Por Meio da Liderança Transformacional As estratégias transformacionais adotadas nas igrejas do novo paradigma são semelhantes a dos globalistas da ONU e dos principais agentes de mudança no mundo. O uso esperto que eles fazem das palavras e as complexidades dos sistemas transformacionais da administração moderna tendem a cegar nossos olhos para as estranhas alianças e as estratégias manipuladoras. [19 KB] Artigo patrocinado
Eutanásia Espiritual Quando uma igreja adota o modelo "Orientado por Propósitos" do Movimento de Crescimento de Igrejas, seus líderes tornam-se determinados a forçar o afastamento dos membros que questionam as premissas da metodologia. Algumas vezes, essa "eutanásia" de membros antigos torna-se brutal e nada cristã.
Rick Warren associou-se a um místico de Nova Era para ajudá-lo em seu programa de treinamento de líderes na Igreja da Comunidade de Saddleback. [25 KB] Artigo patrocinado
Igreja Dirigida Pelo Espírito ou Orientada Por Propósitos? — Parte 4: Como Lidar com os Resistentes "Um agente de mudança... deve conhecer o processo de transformação, deve saber como ele ocorre e as atitudes, valores e comportamentos que normalmente agem como barreiras... Ele deve conhecer quem em seu sistema são os 'defensores' ou resistentes às inovações.... Procure identificar os resistentes antes que eles começem a criticar e a falar com os outros."
Veja como os pastores-facilitadores são instruídos a lidar com os membros que decidem 'ficar e lutar', resistindo ao processo de transformação da igreja cristã para o modelo de comunidade do novo paradigma. [59 KB] Artigo patrocinado
Igreja Dirigida Pelo Espírito ou Orientada Por Propósitos? — Parte 3: Os Grupos Pequenos e o Processo Dialético Quando a Palavra de Deus é colocada em debate em um grupo pequeno formado por crentes e descrentes (em vez de ser ensinada didaticamente) e sob a liderança de um facilitador treinado, o consenso é alcançado — um acordo com o qual todos se sentem confortáveis. A mensagem da Palavra de Deus fica então diluída e os participantes são condicionados a aceitarem (e até a comemorarem) a contemporização. A nova síntese torna-se o ponto inicial (tese) para o próximo encontro, e o processo de transformação contínua se repete. Análise do livro Uma Vida com Propósitos, de Rick Warren. [49 KB] Artigo patrocinado
Igreja Dirigida Pelo Espírito ou Orientada Por Propósitos? — Parte 2: Unidade e Comunidade A igreja cristã tornando-se parceira do mundo na atual grande experiência de educar os recursos humanos para a criação de uma sociedade global unificada. Análise do livro Uma Vida com Propósitos, de Rick Warren. [30 KB] Artigo patrocinado
Igreja Dirigida Pelo Espírito ou Orientada Por Propósitos? — Parte 1 Uma análise do livro Uma Vida com Propósitos, de Rick Warren. [112 KB] Artigo patrocinado


Livro On-line

Pragmatismo na Igreja: Uma Religião Orientada Para Resultados e Que Abre a Porta Para o Anticristo — Uma Apostasia com Propósitos

Autor: Mac Dominick

Introdução e Índice

"Ora, irmãos, rogamo-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com ele, que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto. Ninguém de maneira nenhuma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição. O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus." [2 Tessalonicenses 2:1-4].
"Quando porém vier o Filho do homem, porventura achará fé na terra?" [Lucas 18:8b].
Um dos principais sinais que o fim dos tempos está se aproximando é quando a maioria das igrejas cristãs começa a se afastar dos fundamentos da fé. Quando um pastor deixa de ensinar "todos os desígnios de Deus" e começa a incorporar elementos humanos e extrabíblicos no ensino e no serviço, está literal e biblicamente abrindo a porta para o Anticristo. Quantos pastores bem-intencionados já pensaram nisso quando levaram suas igrejas para áreas que não são bíblicas?
Para um pastor, esse afastamento dos fundamentos da fé pode ser simplesmente deixar de pregar sobre a pecaminosidade inerente do homem, transformando seus sermões em variações do tema "o amor de Deus" e a síndrome psicológica do "sinta-se bem consigo mesmo". Ou então, esse afastamento pode ocorrer quando o pastor permite que ensinos extrabíblicos entrem na igreja porque estão na moda e ajudam a aumentar o número de pessoas que vêm à igreja.
O que você deve fazer se vir alguns desses sinais na sua igreja? Essas questões, e outras, são discutidas nesta série "Pragmatismo na Igreja: Uma Religião Orientada Para Resultados e Que Abre a Porta Para o Anticristo".
Os riscos são grandes: você pode ser salvo, mas está participando de uma igreja que está se afastando dos fundamentos da fé cristã. Lembre-se que Jesus Cristo prometeu o arrebatamento somente para a igreja de Filadélfia, a única das sete igrejas do Apocalipse que permaneceu fiel às palavras do Salvador! Veja:
"Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra." [Apocalipse 3:10].
Quanto de sua palavra Jesus Cristo espera que sua verdadeira igreja guarde? Toda ela! "Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido." [Mateus 5:18].
Pastor liberal ou inclinado ao liberalismo — você está abrindo a porta para o Anticristo, e terá de encarar essa realidade quando comparecer diante do Tribunal de Cristo!
Para compreender a influência da Religião Orientada Para Resultados nas congregações evangélicas, é preciso primeiro ter um conhecimento da igreja como um todo e, especificamente, dos requisitos para qualquer organização que chama a si mesma de "igreja". Este capítulo enfoca as raízes do cristianismo verdadeiro e o conhecimento necessário para compreender as questões que ameaçaram a igreja desde sua formação. A não ser que realmente aprendamos com os erros do passado, não estaremos preparados para nos defender das futuras implementações das mesmas estratégias pelo Maligno. [17 KB] Artigo patrocinado
A apostasia que permeia o cristianismo atualmente tem suas raízes no primeiro século da igreja primitiva. Para compreender as táticas implementadas pelo Maligno na "Religião Orientada Para Resultados", precisamos primeiro compreender o significado das lutas que os cristãos nos séculos passados enfrentaram para preservar a pureza das Escrituras para as gerações seguintes. Este capítulo documenta essas lutas desde a Idade Média até o século XIX. [22 KB] Artigo patrocinado
A guerra contra a Palavra de Deus e a sã doutrina. A virada para o século XX testemunhou o traçado das linhas de batalha, a formação das alianças estratégicas entre as facções em luta e a implementação de um ataque em escala total. A Religião Orientada Para Resultados ergueu sua horrenda cabeça com o surgimento do neo-evangelicalismo e a ascensão dos evangelistas ecumênicos. O período de tempo enfocado neste capítulo detalha os homens, os objetivos e as batalhas daqueles que ficaram do lado da verdade contra o liberalismo, o modernismo e o ecumenismo. Esse relato é vital para compreender a origem e abrangência do problema do pragmatismo na igreja. [40 KB] Artigo patrocinado
O Movimento Batista Fundamentalista Independente do período de 1950-1975 submergiu na onda do Movimento Carismático e os que sobreviveram aderiram agora aos modelos da "Igreja Dirigida Por Propósitos" e "confortável aos adoradores" da Religião Orientada Para Resultados. Como um movimento tão vibrante pôde ter sucumbido tão depressa à apostasia e aos falsos ensinos? Este capítulo investiga o período histórico e estabelece a base para a Religião Orientada Para Resultados atual. [24 KB] — Artigo patrocinado
As origens da Religião Orientada Para Resultados podem ser encontradas como as peças de um quebra-cabeças nos principais movimentos que ocorreram na cena religiosa nos últimos cem anos. Talvez nenhum desses movimentos tenha contribuido tanto para a Região Orientada Para Resultados quanto as três ondas do Movimento Carismático. Este capítulo discute a história do pentecostalismo, a origem e perigos das línguas estranhas, dos sinais e maravilhas, dos apóstolos do fim dos tempos e da teologia do domínio. [44 KB] — Artigo patrocinado
A igreja de Jesus Cristo está sob ataque por dentro e por fora. Os valores e os novos paradigmas da pós-modernidade estão atacando a fibra da igreja e muitos estão cedendo às enganações da cultura moderna em vez de permanecer firmes e resistir. Quando esse ataque teve início e o que objetiva alcançar? Por que alguns dos que se chamam de evangélicos estão ignorantemente ajudando e facilitando o trabalho do Maligno? [43 KB] — Artigo patrocinado
Os capítulos anteriores descreveram o processo histórico necessário para compreender a apostasia sorrateira que se infiltrou em muitas (se não na maioria) das igrejas evangélicas hoje. O Capítulo 8 inicia a segunda parte, que detalha os homens, métodos e conceitos da ameaça representada pela "Igreja Dirigida por Propósitos". Este capítulo começará a sintetizar os relatos histórios dos capítulos anteriores em um plano conciso para mudança drástica e, como resultado, criará uma refutação sólida para aqueles que querem transformar a igreja neotestamentária tradicional em uma "igreja do novo paradigma". [51 KB] — Artigo patrocinado
A igreja de Jesus Cristo precisa alinhar-se com os princípios da Palavra de Deus. Esse alinhamento exige que a igreja seja santa e separada do mundo. Tornar-se como o mundo de modo a alcançar o mundo não é um princípio bíblico, mas uma filosofia criada pelo homem. O movimento atual de tornar a igreja mais aceitável à cultura pós-moderna não é nada mais que um esquema de marketing que tem o propósito de inflar os números no rol de membros da igreja. A metodologia usada para fazer essa transição não é somente uma afronta aos princípios da Palavra de Deus, mas é também a maior ameaça ao verdadeiro cristianismo atualmente. [46 KB] — Artigo patrocinado
O Movimento de Crescimento de Igrejas é uma ameaça ao verdadeiro cristianismo bíblico e está destruindo rapidamente a fé que os cristãos estão incumbidos pela Palavra de Deus de defender. Neste capítulo, mais duas regras do Jogo da Igreja do Novo Paradigma são analisadas detalhadamente à luz dos ensinos da Palavra de Deus. As questões tratadas incluem discussões sobre o que é o "reino de Deus", o uso da "psicologia cristã" no aconselhamento pastoral, o problema com as traduções modernas da Bíblia, o "padrão de Hollywood" para avaliar o que é enfadonho na igreja ou o que serve para entreter, a busca por relevância cultural e outros assuntos que devem fazer o povo cristão parar, dar um passo para trás e refletir sobre muitas questões que estão sendo passivamente aceitas nas igrejas sem o necessário questionamento. [76 KB] — Artigo patrocinado
As duas regras finais do Jogo da Igreja do Novo Paradigma tratam dos aspectos mais emocionais de todo o plano do jogo: 1) O estilo de música para a igreja do novo paradigma e 2) Como lidar com aqueles que se opõem a essa transição. A posição bíblica está mais uma vez em conflito direto com a do novo paradigma nessas questões. [49 KB] — Artigo patrocinado
O objetivo principal daqueles que brincam segundo as regras do Jogo da Igreja do Novo Paradigma é a transformação da igreja de Jesus Cristo. Essa transformação levará à total remoção de qualquer vestígio do fundamentalismo separatista e combativo e à plena aceitação do modelo do novo paradigma de relevância cultural, que é defendida pelo neo-evangelicalismo do século 21. Este artigo investiga os homens que foram os precursores e pais do Movimento de Crescimento de Igrejas, os facilitadores atuais e o principal centro de irradiação do novo paradigma: O Seminário Teológico Fuller. [79 KB] — Artigo patrocinado
À medida que a sociedade adota as filosofias pós-modernas, o conceito de verdade absoluta torna-se mais reduzido na mente das pessoas. Esse processo é chamado de "Mudança de Paradigma". Em oposição a essa mudança de mentalidade, a igreja cristã precisa se posicionar contra as mudanças que atacam a Palavra de Deus como verdade absoluta. Entretanto, a Igreja do Novo Paradigma busca justamente atrair aqueles que têm uma mentalidade pós-moderna por meio da aceitação da cultura pós-moderna. À medida que este manuscrito se aprofunda nas origens da metodologia usada no Movimento de Crescimento de Igrejas "com propósitos" e "sensível aos que procuram", as descobertas tornam-se não somente surpreendentes, mas também absolutamente chocantes. Este capítulo expõe a origem da metodologia, a fonte do financiamento e o trágico impacto da Religião Orientada Para Resultados do Novo Paradigma. — Artigo patrocinado




 
www.biblias.com.br 

www.solascriptura-tt.org    Defesa da Bíblia e fé, fundamentalista
                                                 P E S Q U I S E

Postagens populares

JESUS o único caminho

A B E N Ç Ã O DO SENHOR ESTEJA SOBRE OS SINCEROS

O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Nm 6.24-26

Quem sou eu

Minha foto

Meu nome: Maurício Cerqueira, sou pastor da Assembleia dos Santos (Nome dado pelo Senhor em profecia) igreja do Senhor e seus remanescentes; pela misericórdia antes de ser consagrado pelo homem, tive o privilégio de ser consagrado pelo DEUS TODO-PODEROSO. Então, vivo para a Sua obra e persevero na Palavra, é necessário, pois me foi imposta esta obrigação (Jeremias 15:16). Tenho outro grande privilégio de trabalhar só para o Altíssimo e aprender a viver no dia a dia João 5:39; 14:21; Mateus 7.21; 22.37-39; I Coríntios 7:23; 13; Salmos 37.4; Provérbios 1.7; 2; Jeremias 15.16; 29.13 e 33.03... e a ser grato ao SENHOR que me proporciona todas as condições, me sustentando de todas maneiras para se concretizar o seu querer na vida deste servo inútil que lhe pertence. A L E L U I A

Receba atualizações por email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

>