Translate Welcome

SE ALGUÉM FALAR, FALE SEGUNDO AS PALAVRAS DE DEUS; SE ALGUÉM ADMINISTRAR, ADMINISTRE SEGUNDO O PODER QUE DEUS DÁ, PARA QUE EM TUDO DEUS SEJA GLORIFICADO POR JESUS CRISTO, A QUEM PERTENCE A GLÓRIA E O PODER PARA TODO O SEMPRE. AMÉM. 1 Pe 4.11

A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO

Arquivo do blog

sábado, 27 de junho de 2015

"Economia Mundial Caminha para um Colapso Total"

Multimilionário Adverte sobre Colapso Total: "Não há Saída... Seu Dinheiro Será Inútil"

quinta-feira, 16 de abril de 2015 |


Com as moedas sendo desvalorizadas rapidamente por seus respectivos governos, a economia mundial em uma desaceleração e as tensões sobre os recursos em aquecimento no mundo todo, é hora de começar a considerar o fim do jogo.

De acordo o investidor multimilionário de recursos Carlo Civelli é provável que não haja saída para os bancos centrais que tem permanecido durante os últimos anos, imprimindo dinheiro cada vez mais.

Durante sua carreira de muitas décadas Civelli geriu ou financiou mais de 20 empresas, muitas das quais agora possuem capitalizações de mercado em bilhões de dólares, então ele sabe uma ou duas coisas sobre investir em épocas de bonança, assim como de ruína.

Em sua mais recente entrevista sobre tendências conômicas e financeiras futuras, ele adverte um cenário de final de jogo que é nada mais nada menos que um colapso total. E aqui está a parte que dá medo: Civelli disse inclusive que o ouro poderia não ser um refúgio seguro se o pior dos casos acontecer:

Se todos falamos do final do jogo e um cenário de colapso total, posso ver os governos dizendo a nós todos que nosso dinheiro está agora sem valor e os títulos que possuímos são inúteis. Todos vocês tem de fazer um corte.

Mas eles deixariam as pessoas que possuem ouro fugir com ele? Eu acho que não.

Nesta entrevista - que você deve ver - Civelli compartilha estas e outras ideias que talvez não tenha ouvido falar antes, junto com estratégias de investimento na crise o que poderia lhe posicionar prosperamente enquanto o resto do mundo mergulha no caos:

Todos sabemos que os bancos centrais estão imprimindo dinheiro cada vez mais. Centenas de bilhões, ou talvez trilhões estão inundando os mercados. O BCE, o banco europeu está fazendo o mesmo aqui em mais ou menos uma semana

...Obviamente a maneira de sair desta flexibilização quantitativa é muito difícil - ninguém nunca fez isso, e o veredito não se sabe ainda se a flexibilização quantitativa realmente fez algo de bom ou não. Ao menos impediu que o mundo entre em colapso agora, mas e se as taxas de juros voltem um dia novamente aos níveis normais, e todos os bilhões de dinheiro agora tiverem de ser retirados do mercado?

Ninguém sabe o que vai acontecer depois... Mas eles deixariam as pessoas que possuem ouro fugir com ele? Eu acho que não.

Então o governo a esse ponto vai dizer "Ok, pessoal, quem possui ouro tem que devolve-lo ao banco central em um prazo de tempo determinado, e te pagaremos o preço que ouro está neste momento, menos um grande corte". Não se esqueça que até 20 ou 30 anos, o ouro era vendido a $35 e foi fixado a esse preço, assim, quem possui ouro, na minha opinião, não serão poupados.

Não há maneiras de fugir, então vamos viver os bons tempos enquanto dure.

A ideia de que os governos dos EUA ou da Europa confiscarão o ouro como fizeram durante a Grande Depressão é realmente assustador. Mas sem dúvida é um resultado plausível, dada nossa história e o quão longe eles foram.

Então, que opções temos a nossa disposição se os governos tomarem esse caminho?

Diversificação.

Você certamente quer fazer um esforço para se preparar para um cenário de "colapso total" estando pronto para as interrupções do abastecimento e o congelamento do crédito que serão o resultado inevitável de qualquer queda da moeda ou o desenrolar do mercado de créditos.

Estamos vivendo exatamente este cenário tomando lugar na Ucrânia agora, e recentemente temos visto um evento semelhante na Venezuela. O preço dos alimentos, gás, papel higiênico e outros artigos pessoais não só explodiram os preços, mas desapareceram das prateleiras das lojas por completo devido as tensões na linha de abastecimento. É um cenário que sem dúvida poderia acabar em outro lugar já que a crise mundial se acelera, inclusive mesmo nos EUA, então ter alguns estoques em reserva não é má ideia.

Mas o que acontece com as pessoas com fundos de aposentadoria, contas do mercado monetário ou outros instrumentos baseados no dólar?

A forma que Civelli explica, é que inclusive em um cenário de colapso os negócios continuarão a acontecer. Saber quais ativos manter é que se torna o desafio. Durante a Grande Depressão, enquanto Roosevelt obrigou os americanos a abandonarem seu ouro físico, as empresas mineradoras de metais preciosos aumentaram seu valor. Carlo Civelli afirma que sempre há oportunidades disponíveis nos mercados de recursos, desde que você siga os que ele apelidou de "os 3 Ps".

Então, obviamente, há um mercado lá fora. Os grandes estão comprando os menores, o que é muito mais fácil agora do que sair e golpear a si mesmos. E isso continuará também em 2015, também na industria do petróleo.

Agora, minhas ideias sempre foram, e isto é o que tenho dito no mercado, que as três letras P tem de estar corretas. Em outras palavras, o preço da ação, o projeto em si e as pessoas por trás dele. Essas são as três letras P.

Enquanto que um colapso total vai acabar com muitas empresas no futuro, especialmente aqueles cujas atividades se concentram na economia de consumo de eletrônicos e outros acessórios dos EUA, as que proporcionam recursos essenciais como alimentos, petróleo e minerais metálicos como o último projeto de capital de risco de Civelli, a Callinex Minas, prosperará.

Nós estamos nos aproximando muito rapidamente do cenário de colapso total descrito por Civelli. As consequências das maquinações do governo e manipuladores dos bancos centrais não podem ser evitadas. Os americanos normais, multimilionários do mundo todo, e inclusive muitos políticos sabem que isto é uma conclusão inevitável.

É hora de se preparar para o inevitável.

Leia mais:




Rothschild e Warren Buffett: As Manobras dos Dois Elitistas Servem de Advertência para o que se Aproxima





Analista Financeiro: Se Aproxima o Estouro da Bolha da Dívida








Investidor Marc Faber Teme a Chegada de uma Nova Crise Financeira Maior que a de 2008



 
 
 

sexta-feira, 26 de junho de 2015

"Vacinas - Contos de Fadas de Médicos" (Veneno mortal)

VENENO MORTAL: VACINA DA GRIPE TEM MERCÚRIO SUPERIOR 25.000 VEZES O NÍVEL MÁXIMO PERMITIDO, E NÃO HÁ ENSAIOS CONTROLADOS! 

Esta mensagem anda a circular pela Internet portuguesa, sob o título: “Eu não tomaria a vacina H1N1 pelo simples risco do síndrome GBS”

“– Neurologista Britânico

Um dos possíveis efeitos secundários da vacina H1N1 é o síndroma de Guillian-Barre, a síndrome que matou e incapacitou centenas da Americanos na campanha de vacinação H1N1 em 1979 com 500 casos confirmados deste síndroma, a vacina foi retirada do mercado 10 dias depois após vacinarem 48 milhões de pessoas, tendo feito mais vitimas que o vírus H1N1.
Esta síndrome ataca diretamente o sistema nervoso causando problemas de respiração, paralisia e até a morte.




Do que são feitas as vacinas?

Vários excipientes são usados na produção de vacinas. Estes incluem:

Thimerosal, um derivado de mercúrio utilizado como conservante, é uma causa comum de reações sensíveis ou alérgicas (Contact Dermat, 1989; 20: 173-6). Estudos em animais também mostraram que o mercúrio pode inibir a imunidade (Toxicol Appl Pharmacol, 1983; 68: 218-28). Desde o meado dos anos 90, os fabricantes sofrem pressão para remover esta substância química de suas vacinas, mas o progresso tem sido frustrantemente vagaroso. Uma revisão recente mostrou que alguns bebês que recebem vacinas contendo thimerosal são expostos a níveis cumulativos de mercúrio superiores àqueles considerados seguros (Pediatrics, 2001; 107: 1147-54).

Formalina é uma solução diluída de formol utilizada para inativar vírus e desintoxicar toxinas. Quase 50 estudos mostraram uma relação entre o contato com formol e a leucemia e câncer de cérebro, cólo e tecidos linfáticos(Neustaedter R, The Vaccine Guide, Berkley, CA: North Atlantic Books, 1996).

Sulfato de alumínio um adjuvante utilizado para melhorar a eficácia de uma vacina. Estudos mostram que vacinas que contêm alumínio causam mais reacões que outras. Também comuns são fenol, um desinfetante e corante; glicol etilênio, o ingrediente principal anti-congelante; clorato de benzetônio, um antiséptico; e metilparabeno, um conservante e antifungo conhecido por romper hormônios.

Foi revelado que as vacinas ainda podem conter um outro perigo. Em muitas vacinas produzidas no final dos anos 80 e início dos anos 90 foram utilizados produtos bovinos obtidos em países onde a BSE, encefalite bovina espongiforme (doença da vaca louca), era um risco substancial. Nos EUA, a FDA repetidamente pediu que as indústrias farmacêuticas não utilizassem produtos de gado criado em países onde a vaca louca seja um problema. Entretanto, de acordo com uma reportagem no New York Times (08.02.2001), cinco indústrias, inclusive a GlaxoSmithKline, a Aventis e a American Home Products, ainda estavam sando estes ingredientes no ano 2000 para fabricar nove vacinas amplamente utilizadas, incluindo as para paralisia infantil, difteria e tétano.

"As substâncias químicas são muito mais tóxicas
em vacinas combinadas em uma única aplicação
do que quando aplicadas separadamente"
(Dr.Harold Buttram)

"Thimerosal é um dos componentes mais tóxicos que eu conheço, eu não me lembro de nada que seja mais letal" (Dr. Boyd Haley, perito em Química da Universidade de Kentucky) 

As análises de mercúrio realizadas em vacinas pelo The Forensic Food Lab - revelaram surpreendente alto nível de mercúrio tóxico em uma vacina contra a influenza (gripe) produzido pela GlaxoSmithKline (lote # 9H2GX). Os testes realizados via ICP-MS documentou mercúrio na vacina Flulaval em uma chocante 51 partes por milhão, ou mais de 25.000 vezes maior do que o nível máximo de contaminante inorgânico de mercúrio na água potável estabelecidos pela EPA.

Os testes foram realizados por meio de ICP-MS usando uma curva de calibração de mercúrio de 4 pontos para precisão. Mesmo assim, o nível extremamente elevado de mercúrio encontrado nesta vacina contra a gripe foi maior do que qualquer coisa que já testamos, incluindo o atum e peixes do oceano que são conhecidos por alto grau de contaminação por mercúrio. Na verdade, a concentração de mercúrio encontrado na vacina GSK contra gripe era 100 vezes maior do que o mais alto nível de mercúrio que já encontramos em peixes contaminados . E ainda vacinas são injetadas diretamente no corpo, o que os torna muitas vezes mais tóxico do que qualquer coisa ingerida por via oral. E ainda vacinas são injetados diretamente no corpo, o que os torna muitas vezes mais tóxico do que qualquer coisa ingerida por via oral.

Mercúrio consumido por via oral é facilmente bloqueado quando comemos alimentos comuns como morangos ou manteiga de amendoim, ambos que vincular cerca de 90% de mercúrio dietético. Aqui estão os resultados reais do que encontramos nas vacinas contra a gripe da GSK (lote # 9H2GX): 
Alumínio: 0,4 ppm Arsénio: de zero Cádmio: de zero Lead: de zero Mercury: 51 ppm Todos os testes foram realizados através de calibrado, high-end ICP-MS instrumentação como mostra a esses vídeos de laboratório.

Médicos, farmacêuticos e meios de comunicação continuam a mentir sobre mercúrio em vacinas
A grande mídia abandonou completamente a ciência em sua propaganda para impulsionar a vacina contra a gripe, deixando inteiramente de mencionar qualquer um dos riscos associados às vacinas. De acordo com quase todas as histórias publicadas na grande mídia, vacinas contra gripe oferecem uma quase certa proteção contra a gripe enquanto tem risco absoluto zero (o risco nunca é mencionado).

Como você toma no fato cientificamente validados que existe mercúrio em concentrações muito elevadas em vacinas contra a gripe, tenha em mente que a maioria dos médicos, farmacêuticos e membros dos meios de comunicação continuam a encenar uma mentira elaborada que afirma que o mercúrio "já foi removido das vacinas . " Não importa o fato de que o uso do mercúrio é admitido sobre o pacote contendo o frasco da vacina. E agora, Notícias Natural tem cientificamente confirmado o teor de mercúrio das vacinas contra a gripe usando instrumentação de laboratório high-end. A existência de elevado mercúrio em vacinas contra a gripe é irrefutável. Qualquer um que reivindica o mercúrio foi removido de todas as vacinas ou é ignorante ou descontroladamente deliberadamente mentindo. E qualquer um que conscientemente se permitem ser injetado com o mercúrio é provavelmente já uma vítima do tipo de dano cerebral bem conhecido para ser causado por mercúrio.

"Não há ensaios controlados"

Chocantemente, na própria bula admite que ela nunca foi submetida a ensaios clínicos científicos: 
"Não houve estudos controlados que demonstrem adequadamente uma diminuição na doença influenza após a vacinação com Flulaval ", afirma o folheto informativo em minúsculo texto( que ninguém lê).

Este é impresso à direita na inserção, no entanto, ninguém na mídia nunca vai denunciar esta admissão .

Esta declaração, por si só, é uma confissão de que vacina contra a gripe é marketing,uma fraude. Vacinas contra a gripe são altamente propagandeada e promovida com a implicação de que não tem riscos, oferecendo proteção 100%. 

Não há evidência de segurança e eficácia em mulheres grávidas

Ela também diz: ". A segurança e a eficácia de Flulaval não foram estabelecidas em mulheres grávidas, lactantes ou crianças " E ainda em todos os lugares , há uma farmácia Walgreens, CVS ou Wal-Mart promovendo vacinas contra a gripe para as mulheres grávidas. Não importa o fato de que a segurança contra a gripe nunca foi estabelecida em mulheres grávidas , e não importa o fato óbvio de que você nunca deve injetar mercúrio em mulher grávida em primeiro lugar! Quem precisa de prova científica quando você tem a propaganda da mídia e o governo para apoiá-la? Quem ousa questionar a validade científica da segurança da vacina contra a gripe para as mulheres grávidas é imediatamente atacado como sendo um adversário de todas as vacinas. Aparentemente, o único requisito para ser aceito pela comunidade vacina é acreditando em contos de fadas de médicos enquanto abandona todo o pensamento crítico e ceticismo científico.

Na indústria da vacina, simplesmente não é permitido ciência genuína. Não é de admirar que dois ex- virologistas Merck apresentaram provas, acusando a empresa Merck de fabricar conscientemente seus dados de eficácia da vacina para enganar o FDA.

Nunca testadas para o risco de câncer

Não vacinas contra a gripe causar câncer? A resposta honesta, científica é que essas fotos nunca são testados para isso. Como a inserção admite: ". Flulaval não foi avaliado o potencial carcinogénico ou mutagênica, ou para diminuição da fertilidade" Acredite ou não, a vacina Flulaval também adverte que ninguém deve ser dada este tiro se eles já recebeu outra vacina contra a gripe em algum momento anterior: "Não administrar Flulaval a ninguém ... após a administração anterior de qualquer vacina contra a gripe." E, no entanto, surpreendentemente, as pessoas são encorajadas a obter vacinas contra a gripe, ano após ano, embora o pacote inserir adverte diretamente contra qualquer um tomar uma série de vacinas contra a gripe.

Vacinas contra a gripe causam câncer? A resposta honesta, é que essas vacinas nunca são testadas para isso. Como a inserção prontamente admite: "Flulaval não foi avaliado para o potencial carcinogênico, mutagênico ou comprometimento da fertilidade.

"Acredite ou não, a vacina também adverte : "Não administrar Flulaval a alguém... Após administração anterior de qualquer vacina contra a gripe." "E, no entanto, surpreendentemente, as pessoas são encorajadas a tomar vacinas contra a gripe, ano após ano, embora a bula adverte diretamente .

Admissão de que vacinas contra a gripe contêm formaldeído e deoxicolato de sódio

A mesma inserção que admite essa vacina nunca foi provada ser segura em crianças ou mulheres grávidas também admite abertamente que ela contém produtos químicos neurotóxicos. Por inserção, cada dose de Flulaval contém até 25 mcg de formaldeído (uma neurotoxina) e até 50 mcg de desoxicolato de sódio. Este está no topo dos 25 mcg de mercúrio que você terá em cada dose. E lembre-se, este é o mercúrio que é injetado diretamente no seu corpo , para que você absorver 100% deste mercúrio (ao contrário de mercúrio que você come, onde a maior parte ele adere às fibras alimentares e é transportado para fora do seu corpo).


Admissão total que vacinas contra a gripe causam convulsões, e síndrome de Guillain-Barre
Você já se perguntou o que todos esses produtos químicos tóxicos e metais pesados ​​causam nos seres humanos? Vacinas ao que parece, já são conhecidas por causar um grande número de efeitos devastadores na saúde. Previsivelmente, há uma campanha maciça em toda a grande mídia, Wikipedia, revistas médicas e agências de propaganda do governo (CDC, FDA, etc.) fingir que vacinas contra a gripe não tem qualquer risco nenhum . No entanto, a inserção admite abertamente que a vacina contra a gripe tem sido associada com uma longa lista, assustadora de efeitos adversos graves. Como essa inserção Flulaval:


"Além de relatórios em ensaios clínicos, os seguintes eventos adversos foram identificados durante a utilização pós-aprovação de Flulaval ... vômito, dor no peito, edema alérgico na boca, anafilaxia, laringite, cullulitis, fraqueza muscular, artrite, tonturas, parestesia, tremor, sonolência, convulsões, paralisia do nervo facial, ou cranial, encefalopatia, paralisia dos membros, insônia, dispneia.

Se você toma vacinas contra gripe, você está sendo envenenado por charlatães!

O resultado de tudo isso é que falta qualquer evidência científica da segurança e eficácia nas vacinas. Nós não sabemos se eles trabalham em tudo, nem o fabricante da vacina. Nem os médicos ou pessoal médico que os administram. Vacinas contra a gripe são injetadas em pessoas puramente como uma questão de fé cega nas mesmas empresas que já tenham sido condenadas por crimes de alta traição.


GlaxoSmithKline, por exemplo, não só os fabricantes da vacina Flulaval ... A empresa também cometeu vários crimes de alta traição e e foi apanhada subornado os médicos, em última análise, concordou em pagar um acordo penal de vários bilhões de dólares ao Departamento de Justiça dos EUA. Confiar em uma vacina feita por uma empresa de criminosos é muito parecido com a confiança na pureza da heroína que você comprar de um traficante de rua. Ambas têm pelo menos uma coisa em comum: Nenhuma jamais foi testada para a segurança.

Sabemos também que vacinas contra a gripe contêm produtos químicos neurotóxicos e metais pesados ​​em concentrações alarmantes. Isso é fato científico irrefutável. Sabemos também que não há forma "segura" de mercúrio assim como não existe forma segura de heroína -. Todas as formas de mercúrio são altamente tóxicos quando injetados no corpo (acetato, metil, orgânico, inorgânico)

As únicas pessoas que discutir com isso são aquelas que já estão envenenadas com mercúrio e, portanto, incapazes de pensamento racional.

Compartilhe esta história, espalhe a verdade

Compartilhar com todas as pessoas que precisam saber a verdade sobre as vacinas contra a gripe.
Cada fato afirmado neste artigo é 100% verdadeiro e verificado. . Sou contra a utilização de metais pesados ​​e produtos químicos tóxicos em vacinas. Eu também sou contra a comercialização descontrolada e fraudulenta . Se qualquer outro produto fosse comercializado com as mesmas mentiras e enganos das vacinas, eles seriam imediatamente acusados de fraude e falsidade ideológica pela FTC. Ao contrario da indústria de vacinas, que cometem fraudes rotineiras, e todo mundo finge que não está acontecendo.


Fontes:

http://www.ronpaulforums.com/showthread.php?453262-Flu-Vaccine-has-25-000-times-higher-mercury-level-than-EPA-limit-for-water

http://portrasmidiamundial.blogspot.com.br/2015/05/a-vacina-da-gripe-tem-mercurio-superior.html
 

 Click neste link



sexta-feira, 19 de junho de 2015

Margarina - Uma Péssima Opção

Margarina - Uma Péssima Opção
[Imagem: article-2044855-07E5042A000005DC-815_468x363.jpg]     

Notícias Naturais


A margarina é um produto muito didático quando queremos avaliar de que forma o poder da indústria e da mídia ligada à ciência médica consegue fazer de um produto praticamente não-alimentar algo que lota as prateleiras do supermercado e ainda consegue se fazer passar como elemento de incremento à saúde por proteger o coração, baixar taxas do mal falado colesterol(um elemento corporal incrivelmente demonizado, pois sua demonização atende ao interesse farmacêutico) e outras benesses.

Em primeiro lugar, deve ficar claro que a invenção da margarina, não se deve a preocupação de encontrar um substituto mais saudável que a multissecular manteiga. Sua criação data de meados do século XIX (1869), época em que a discussão alimentar estava longe da vigília científica. Sua inspiração não poderia ser mais pragmática:  encontrar um substituto mais barato que a manteiga, visto que o gestor deste desafio, Napoleão III, lidava com grave crise econômica em suas fronteiras. Seu nome vem do grego margarités, que significa cor pérola, e sua origem é do reino animal – uma mistura comprimida de gordura do sebo de vaca, leite desnatado, partes menos nobres do porco e da vaca e bicarbonato de sódio. (Como se sabe a manteiga é nada mais do que leite e sal – super artificial, não?). Em 1890, uma empresa americana começou a vendê-la em pacotes, embora uma família holandesa tenha sido a primeira fabricante para a Europa.

Os componentes da margarina tem se modificado com o passar do tempo, mas foi principalmente após a sedimentação da indústria química alimentar que iniciou uma guerra santa contra a gordura saturada e os produtos de origem animal, que a margarina ganhou a composição mais próxima da atual, baseando-se em extratos oleoginosos vegetais. Seu processo atual inclui o uso de solventes de petróleo (geralmente o hexano, que é bem barato), ácido fosfórico e sódio, que resulta numa substância marrom e mal cheirosa, que sofre novo tratamento com ácido clorídrico ou sulfúrico, altas temperaturas e catalisação com níquel, que deixa o produto parcialmente hidrogenado. Resta então um produto de ótimo prazo de conservação, com textura firme mesmo a temperatura ambiente, que não rança, não pega fungos, não é atacado por insetos ou roedores. Enfim, é um não-alimento.



O processo todo acaba por formar uma substância rica em um tipo particular de gordura chamada “trans”, insólita na natureza e de efeitos nocivos para o homem, além disto, como é de conhecimento público, o principal predicado da margarina é ser rica em óleos poli-insaturados, que hoje, já se sabe, contribuem para um grande número de doenças.



O Estado de São Paulo, já noticiou, em 14/11/99, que a gordura da margarina causaria mais danos à saúde que a gordura saturada (segundo o FDA, órgão americano de fiscalização de alimentos e remédios). Em uma revista Exame, também de 99, saiu um artigo um pouco mais extenso e grave alertando sobre os perigos deste produto, e das implicações que as poderosas multinacionais americanas estavam sofrendo no próprio país por colocar no mercado produtos comparáveis ao cigarro em termos de periculosidade! (Mas que gera mais de 8 bilhões de dólares). Note que as publicações não são novas, ou seja, já se sabe há muitos anos dos problemas relacionados a este produto e o curioso é que a repercussão no Brasil é escassa. (Mas não é de se estranhar, afinal qual é a participação da soja no PIB brasileiro?). Há uma farta literatura disponível para quem quiser se informar sobre isto em revistas de saúde e na Internet, produzida por estudantes sérios e descompromissados com quem costumeiramente patrocina as investigações técnicas: laboratórios e indústrias químicas alimentares. Na França uma revista de informação – “L’Ere Nouvelle”  – ganhou uma ação contra o sindicato dos produtores de margarina local, que a havia processado por publicar o artigo “A margarina e o Câncer”.

Manteiga Ghee pelo menor preço é na loja Tudo Saudável


Resumidamente, a margarina pode estar relacionada comprovadamente a disfunções imunológicas, danos em fígado, pulmão, órgãos reprodutivos, distúrbios digestivos, diminuição na capacidade de aprendizado e crescimento, problemas de peso, aumento no risco de câncer, e principalmente: transtornos do metabolismo do colesterol, incremento de aterosclerose e doenças cardíacas.

A margarina promove o que ela se propõe a tratar!

Não há dúvida: não há nada mais saudável que a boa e velha manteiga, que acompanha a humanidade há dezenas de séculos, pode ser feita artesanalmente no ambiente familiar, e só foi considerada nociva e politicamente incorreta após a Revolução Industrial, que também aqui conseguiu deformar nosso entendimento de saúde e bom senso. Obviamente estou comparando os dois elementos aqui, pois estou deixando de fora uma discussão que também seria grande a respeito do problema da Lactose e dos derivados do leite (leia sobre o mito do leite neste artigo que escrevi)

E aí meus amigos, de nada adianta incrementar a margarina com os tais enriquecimentos, pois o problema é na base deste “alimento”, além do fato de que nunca aconselho que vocês escolham e comprem alimentos atraídos pelos fatores enriquecidos, pois na grande maioria das vezes são utilizados nutrientes de péssima qualidade só para marketing. Peguem por exemplo o “cereal” mais famoso do mundo, onde o enriquecimento de ferro é feito com ferro metálico. Olhem o absurdo, pois este ferro é tóxico ao corpo, mas já que é ferro, eles colocam e isso chama a atenção das pessoas como nutritivo. E você obrigando seu filho a comer ele com leite todos os dias…

Faça um teste simples, deixe um pote de margarina aberto em qualquer lugar. Ao passo que nós humanos comemos e ainda somos absurdamente orientados por inúmeros profissionais de saúde a preferir, nem formigas, nem baratas irão se aproximar do pote! Com certeza deve ser um alimento saudável não é mesmo? Por último, deixo 4 dicas: 1- Uma das melhores manteigas para quem tem condição de tê-la: a manteiga indiana “Ghee”, a qual não entrarei em detalhes para não me alongar, mas é melhor e mais saudável; 2- Manteiga não foi feita para colocar na panela quente e cozinhar, apesar do sabor que ela fornece a muitos alimentos, pois aí acontece uma desnaturação dos nutrientes, entre outros fatores oxidativos; 3- A manteiga é rica em ácido butílico (denominação devido a sua cadeia composta por 4 moléculas de Carbono), que é comprovadamente fator protetor para câncer de Intestino, portanto se torna um nutriente ativo na Epigenética de quem tem história familiar; 4- não quero com isto incentivar a ingestão da manteiga, mas desmistificar de uma vez por todas a diferença entre a margarina e a manteiga, pois abusos são sempre prejudiciais. Eu pessoalmente evito devido ao fator Lactose, entretanto se for para optar, NUNCA a margarina, ok?

Leia também:

Espero que você nunca mais prefira a margarina. E como sempre digo: a informação passada em saúde pode virar uma verdade para gerações e prejudicar a vida destas gerações. É dever de quem trabalha na saúde estudar não somente pelos livros, que muitas vezes estão desatualizados, mas sim acompanhar estudos que diariamente são realizados pela comunidade científica mundial. Estarão com certeza atualizados e então o profissional poderá reavaliar seus conceitos antes de praticá-los.

Fonte:
- Notícias Naturais: Margarina - Uma Péssima Opção
Dr. Victor Sorrentino - MARGARINA - UMA PÉSSIMA OPÇÃO

Sua Fonte Natural de Informação
[Imagem: bannerForum.jpg]
 
Links edificantes

Postagens populares

JESUS o único caminho

A B E N Ç Ã O DO SENHOR ESTEJA SOBRE OS SINCEROS

O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Nm 6.24-26

Quem sou eu

Minha foto

Meu nome: Maurício Cerqueira, sou pastor da Assembleia dos Santos (Nome dado pelo Senhor em profecia) igreja do Senhor e seus remanescentes; pela misericórdia antes de ser consagrado pelo homem, tive o privilégio de ser consagrado pelo DEUS TODO-PODEROSO. Então, vivo para a Sua obra e persevero na Palavra, é necessário, pois me foi imposta esta obrigação (Jeremias 15:16). Tenho outro grande privilégio de trabalhar só para o Altíssimo e aprender a viver no dia a dia João 5:39; 14:21; Mateus 7.21; 22.37-39; I Coríntios 7:23; 13; Salmos 37.4; Provérbios 1.7; 2; Jeremias 15.16; 29.13 e 33.03... e a ser grato ao SENHOR que me proporciona todas as condições, me sustentando de todas maneiras para se concretizar o seu querer na vida deste servo inútil que lhe pertence. A L E L U I A

Receba atualizações por email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

>