Translate Welcome

SE ALGUÉM FALAR, FALE SEGUNDO AS PALAVRAS DE DEUS; SE ALGUÉM ADMINISTRAR, ADMINISTRE SEGUNDO O PODER QUE DEUS DÁ, PARA QUE EM TUDO DEUS SEJA GLORIFICADO POR JESUS CRISTO, A QUEM PERTENCE A GLÓRIA E O PODER PARA TODO O SEMPRE. AMÉM. 1 Pe 4.11

A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO

Arquivo do blog

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

A conexão simbólica



Rihanna

Muita das coisas que ocorrem em nosso meio, que na maioria das vezes ficamos sabendo por noticias parecem se totalmente normais ou fazerem sentido com aquilo que está sendo noticiado. A maioria destes eventos com certeza tem suas explicações bem plausíveis de acordo com o que está sendo abordado, onde uma ligação com o agir de uma ordem secreta sobre o acontecimento está bem longe de ser verdadeira. Porém, há determinadas coisas, principalmente aquelas que ocorrem a grande público ou que causam um grande impacto em uma boa parte das pessoas, que estão completamente envolvidas por meio do controle que uma Elite Oculta tem sobre a sociedade.

O 11 de Setembro de 2001, a morte de Amy Winehouse, o assassinato de Michael Jackson, por exemplo, são apenas alguns deste eventos encobertos pela mídia manipuladora controlada por eles mesmos para que muitos não entendam todo o contexto ritualístico e o motivo simbólico por qual aquilo aconteceu, precisando somente de um grande público para aquilo se tornar então totalmente um tipo de ritual. Abaixo, comece a compreender um pouco mais sobre este assunto em relação as 4 canções e como estão conectadas ao que aconteceu a cantora Rihanna:







Madonna Superbowl 2012 Subliminar

Quando eu soube que Madonna iria se apresentar no Superbowl, eu pensei: “Isso vai ser interessante”. E foi. Enquanto, a maioria ficou maravilhada com uma mulher com mais de cinqüenta, dançando e se apresentando com o LMFAO, outros contudo, ficaram chateados por ela ter dublado, eu porém, estava interessado com algo a mais: a rajada de simbolismos expostos a bilhões de expectadores no mundo todo. Enquanto, alguns consideram a apresentação de Madonna, um intervalo divertido de um dos mais importantes jogos do futebol americano do ano, aqueles abençoados com o conhecimento das simbologias irão provavelmente concordar com a seguinte afirmação: A apresentação de Madona foi uma grande celebração da indústria Illuminati a sua Grande Sacerdotisa, Madonna.

Uma semana antes do Superbowl, Madonna descreveu ao jornalista Anderson Cooper a importância espiritual que ela atribuía a apresentação que se seguiria:

O Superbowl é um tipo de Santos dos Santos da América. “Eu irei a ele como parte de uma” experiência na igreja” e eu vou ter que dar um sermão. Eu irei ser bem impactante.

É realmente apropriado para uma iniciada da Cabalah se referir ao Superbowl como o “Santo dos Santos” pois o termo se refere ao lugar mais sagrado do templo de Salomão. Ninguém era permitido a entrada exceto, ao alto sarcedote. Este privilégio era apenas dado no Dia da Reconciliação, para oferecer o sacrifício de sangue e incenso antes do propicitório. A analogia de Madonna foi portanto, uma revelação do que estaria por trás da sua apresentação. Vamos olhar as partes principais de seu show.

Vogue ou A Entrada da Sacerdotisa


A entrada de Madonna é uma procissão elaborada que serve para uma Alta Sacerdotisa ou até mesmo uma Deusa. Outro evento onde um simbolismo idêntico de Sacerdotisa é apresentado, é o MTV Vídeo Music Awards de 2009, para entender mais, veja aqui.
Madonna Superbowl 2012 Subliminar2
Levada por milhares de soldados romanos e recebida por milhares de mulheres, a entrada gloriosa de Madonna é um reflexo de seu status no mundo do entretenimento

A primeira aparição foi altamente influenciada pelo antigo Egito e por temas greco-romanos. Vemos similaridades entre Madonna e seu papel de sacerdotisa e alguns dos decks de cartas de tarô, têm detalhes semelhantes, na carta A Sacerdotisa ou Papisa:
clip_image002[4]clip_image004[4]

Em alguns decks de cartas de tarô, veremos a Alta Sacerdotisa/ Papisa sendo representada com chifres e vestes que cobrem seu corpo todo, a Sacerdotisa jamais pode ser mostrada de maneira vil. Ela deve ter o corpo coberto, podemos ver que ela é portadora do conhecimento esotérico e que por vezes, é ligada a Lua, o lado animal, feminino, sentimental e intuitivo.

Os chifres dessa carta, podem representar diversas deusas provenientes do antigo mundo, mas essencialmente remete a deusa Hathor – Ìsis.

Madonna Superbowl 2012 Subliminar3
O cenário da apresentação de Madonna também combina elementos do antigo Egito, Suméria e Babilônia. A própria Madonna estava vestida com uma roupa que assemelhasse com a deusa antiga sumeriana/babilônica, Inanna-Ishtar
Madonna Superbowl 2012 Subliminar4
Deusa Ishtar com o pé sobre um leão que ruge, usando um ornamento na cabeça que remete a coroa chifrada de Madonna. Ishtar também é geralmente representada com asas, um detalhe visto no cenário da apresentação de Madonna


Ishtar é considera por ocultistas uma poderosa e assertiva deusa, que controla e influencia as áreas que incluem a guerra, amor, sexo, prosperidade, fertilidade e prostituição. Ela buscava ter o mesmo tipo de vida que os homens possuíam, se satisfazendo com a glória da batalha e buscando por experiências sexuais. O retrato que Madonna faz de Ishtar é de qualquer modo, interessante, pois qualquer um pode argumentar que a cantora pop incorporou, através da carreira, as mesmas características assertivas e altamente sexuais de Ishtar, até mesmo alcançando o status de poder na indústria da música, que é geralmente reservado a homens. Em um nível esotérico, Ishtar é associada com o planeta Vênus, conhecido como a Estrela da Manhã, ligado a Lúcifer.
Madonna Superbowl 2012 Subliminar5
A presença de duas esfinges nas laterais do trono de Madonna nos lembra uma característica da carta de tarô, O Carro. De Acordo com Manly P. Hall: “Esta carta significa aquele que é exaltado e que dirige a carruagem, o carro da criação. Os desenhos dos animais ao lado da carro, sempre são duplos e representam a dualidade, podem ser cavalos, mas no caso deste deck, são duas esfinges de leão, as esfinges, tem o significado mais amplo, elas guardam o poder secreto e desconhecido no qual o soberano vitorioso se move continuamente através de várias partes do universo.”

Então, nesse assento mitológico, Madonna apresentou a música Vogue. Durante a apresentação, capas da Revista Vogue eram mostradas, uma publicação que é a frente do simbolismo Illuminati no mundo da Moda (como visto nos semanais Noticias da Semana, na seção de Algumas Imagens Simbólicas).

Vogue termina com um símbolo que é consistente com a performance de temas egípcio-babilônicos, um símbolo que é também de grande importância a Sociedades Secretas Ocultistas, tais como Maçons, Rosacrusianos e os Illuminati: O Disco Solar Alado.
Madonna Superbowl 2012 Subliminar6
A música termina com a imagem de um Disco Solar Alado
clip_image001
Os místicos egípcios usavam o disco solar alado para magia ritualística e invocações

Emblemática do elemento ar, ela consiste em um circulo solar tipo um disco moldada por um par de asas. Na magia ritualística é colocada acima do altar na direção do leste e é usada para invocar proteção e cooperação dos silfos.” - Hope, Murry, “Practical Egyptian Magic

O sol alado continua sendo usado ainda hoje, por grupos como os maçons, os teosofistas e rosacrucianos.

O Circulo Alado é um símbolo predominantemente, rosacruciano apesar dos Illuminati poderem dizer pertencerem a eles, poderia ser admitido que sua origem é egípcia. O Circulo Alado é o símbolo da alma perfeita fazendo o vôo de volta à fonte de sua criação nos campos Elíseos e para além.” - Swinburne, Clymer, The Rosicrucians, Their Teachings
Madonna Superbowl 2012 Subliminar7
O símbolo do sol alado dentro de uma loja maçônica


O uso desse símbolo, embora aparentemente, algo trivial e para fins estéticos, enfatiza uma dimensão espiritual ocultista de modo obscuro, em toda a performance de Madonna.

Give Me All Your Luvin’ ou As Gatinhas Sexy de Madonna
Madonna Superbowl 2012 Subliminar8
No videoclipe, Madonna, Nikki Minaj e M.I.A estão vestidas como Marilyn Monroe, o protótipo final da programação Gatinha Sexy


Mais tarde ainda na apresentação, Madonna apresentou sua nova música Give Me All Your Luvin’, traduzindo “Me dê todo seu amor”. A musica apresentava duas estrelas da indústria: Nikki Minaj e M.I.A. No vídeo-clipe da música e durante a apresentação do Superbowl, estas duas rappers são retratadas de modos específicos: Ao invés de serem mostradas como artistas contribuindo para o trabalho de Madonna, elas são mostradas como “subordinadas” que estão animando e idolatrando a Alta Sarcedotisa da indústria. Esse “relacionamento” no qual Madonna é a poderosa - e também a controladora ou manipuladora – esta cheio de simbolismo do Controle Mental, especificamente a Programação Beta, também conhecida por Programação Gatinha Sexy.

Outro símbolo associado com esta programação são as estampas felinas em roupas e objetos. O show do intervalo do Superbowl foi um musical no qual apareciam muitas características animais.

Like a Prayer ou O Sermão Final
clip_image002[6]
Assim que a música começa, uma grande pupila de olho é apresentada na frente do palco, mostrando a influência Illuminati em sua performance de nível espiritual


Madonna termina apresentação com um dos seus grandes sucessos: Like a Prayer. O vídeo-clipe desta musica sempre foi controverso, pois mistura temas religiosos com sexualidade. Assim que a música começa, o show toma uma energia bastante solene e espiritual, Madonna e o cantor Cee-Lo Green entram no palco para dar o sermão final. Figuras religiosas geralmente se vestem de branco para representar pureza e religiosidade. Contudo, os dois cantores estavam vestidos em trajes cerimoniais pretos, e trajes cerimoniais pretos são geralmente utilizados em... Missas Negras.

A apresentação termina de modo dramático, ainda sim bastante significativo:
Madonna Superbowl 2012 Subliminar10
Ao final do show, o chão se abre sobre os pés de Madonna e ela cai para o subsolo


Madonna é tirada do palco no que parece ser, o “Submundo”, então Madonna canta “ Eu ouço você chamar meu nome, e sinto como se estivesse em casa”. Este é um outro simbolismo da inversão do imaginário religioso, pois a “casa” deveria ser o paraíso ou céu. No caso de Madonna obviamente, ela não foi a essa direção.

Uma mensagem final encerra de vez a apresentação, esta ninguém pode discordar.
Madonna Superbowl 2012 Subliminar11
As palavras “Paz Mundial” aparecem no palco, um slogan amigável usado por aqueles que levam a frente à Nova Ordem Mundial e o governo único mundial

Conclusão

Quando tomado de forma individual, os símbolos descritos acima podem ser simplesmente considerados como “legais” e a maioria dos espectadores do Superbowl não deram muita importância. O pacote de todos esses sinais e símbolos é um compreensivo show de 13 minutos, que não pode ser rejeitado como “imagens ocasionais”. Pelo contrário as combinações de todos estes simbolismos formam um todo e definem de modo profundo a filosofia e a agenda oculta daqueles no poder – Os Illuminati. Madonna abraçou o simbolismo Illuminati discutido neste blog que coincide com a sua música, dentro da gravadora Interscope, um dos principais fornecedores do simbolismo Illuminati dentro da indústria da música. Sua apresentação pode ser considerada como um “lançamento” de seu terceiro álbum e um relacionamento de (40 milhões de dólares) com a proeminente gravadora. A apresentação de Madonna tem mostrado isso, apesar do fato, de Madonna ser um ícone, uma peça da indústria e pioneira em muitos dos temas modernos que muitas estrelas do pop ainda exploram, ela ainda precisa se encaixar no molde e abraçar os mesmos simbolismos de outras estrelas do pop.


Todavia, o Superbowl não é uma apresentação qualquer, é uma apresentação a nível mundial, do qual o público estimado é gigantesco, certamente uma apresentação desse nível, teve ter tido o apoio da indústria e da elite ocultista. Talvez, outras estrelas da música façam associação com deuses, mas Madonna demonstra estar acima, pois essa apresentação não foi em um show próprio e sim, num evento de caráter especial.


Seja lá que deusa ela quis representar, é certo que o imaginário da grande mãe, da grande deusa esteve presente, e para ter permissão de fazer tamanha apresentação ocultista, entendemos que Madonna tem um status acima das outras estrelas da música. Infelizmente, a apresentação da cantora não pôde ser compreendida por muitos. Todavia, fica evidente o nível alcançado pela artista, que chega ser adulada pelas as outras cantoras e serve de “exemplo” na indústria da música.


Referências: VigilantCitizen


Veja também: Mega Ritual - MTV Video Music Awards 2011
Mega Ritual – Video Music Awards 2009
Mega Ritual – Video Music Awards 2008
Entretenimento – Controlando Pensamentos
A Ordem dos Illuminati – Suas Origens, Seus Métodos e Sua Influência no Mundo Atual
Londres 2012 – O Simbolismo da Tocha Olímpica


QUANDO TUDO DÁ ERRADO. COMO AGIR?


                


Você é o seu maior amigo ou ao mesmo tempo seu maior inimigo. O SENHOR é o Professor dos professores e ensina ao que verdadeiramente o busca em sinceridade e pureza de coração.

Ele ensina a nunca se encher de RAZÃO em situação nenhuma. Por que? O que se enche de RAZÃO passa a frente d'Ele e então sofre, porque Ele é o dono da RAZÃO e diz aos Seus: "A tua razão tem que ser o Meu Espírito sobre a sua vida".


O que se irrita, vive com ansiedade, se estressa, fica com nervosismo... A brecha se abre aberta e entra em sintonia com outros milhares de indivíduos na mesma frequência. Semelhantes atraem semelhantes entre si. Toda e qualquer situação de desiquilíbrio acaba atraindo mais e nunca enxerga que  é o único autor da situação por não ter equilíbrio, domínio da causa. Para ter o equilíbrio necessário a difícil arte de viver, é preciso pagar um preço, como tudo na vida. Vejamos o que diz a Palavra de Deus sobre este preço: o AMOR.


Os que realmente são filhos e OBEDIENTES, eles vão viver o AMOR que tudo sofre, tudo suporta, não busca os seus interesses... Vão querer através do estudo com zelo da Palavra agradar ao Pai e crescer na graça de Deus por Cristo Jesus. Mas quem quer pagar esse preço do jeito que o Perfeito quer, não do nosso jeito? Até dentro das igrejas evangélicas é como procurar uma agulha no palheiro. Profecias bíblicas. Ver Mateus 24; João 15.14; Jeremias 17.9,10; Romanos 1.18; 2.5,7.


Esta Palavra é Fiel

Leia a Bíblia - Clique Aqui
NÃO LEIA E SIM EXAMINE-A, POIS ESTA É A VONTADE DE DEUS.
VER: JOÃO 5.39; II TIMÓTEO 2.15; JEREMIAS 15.16

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Reflexão - Filme O RICO E LÁZARO


               
Retiraram o filme do blog, mas é só entrar no youtube e clicar Filme O RICO E LÁZARO completo  e vc verá esta película. Ao clicar neste vídeo, indicará que este filme não existe mais.

O rico e Lázaro

Lucas 16.19-31

19
Ora, havia um homem rico, e vestia-se de púrpura e de linho finíssimo, e vivia todos os dias regalada e esplendidamente.
20
Havia também um certo mendigo, chamado Lázaro, que jazia cheio de chagas à porta daquele;
21
E desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as chagas.
22
E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado.
23
E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio.
24
E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chama.
25
Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado.
26
E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.
27
E disse ele: Rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai,
28
Pois tenho cinco irmãos; para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento.
29
Disse-lhe Abraão: Têm Moisés e os profetas; ouçam-nos.
30
E disse ele: Não, pai Abraão; mas, se algum dentre os mortos fosse ter com eles, arrepender-se-iam.
31
Porém, Abraão lhe disse: Se não ouvem a Moisés e aos profetas, tampouco acreditarão, ainda que algum dos mortos ressuscite.




solascriptura-ACF.blogspot.com  Defesa da Bíblia e preservação da genuína Palavra de Deus. Veja sobre as Bíblias corrompidas e toque a trombeta.




SBTB



sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

ÁGUA COM ESTÔMAGO VAZIO E SEUS BENEFÍCIOS


Quanto mais se sabe, maior chance de sobrevivência...


Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo menos, uma vida se salvará. 

Beba água com estômago vazio.
 Hoje é muito popular, no Japão, beber água imediatamente ao acordar. Além disso, a evidência científica tem demonstrado estes valores. Abaixo divulgamos uma descrição da utilização da água para os nossos leitores.
Para doenças antigas e modernas, este tratamento com água tem sido muito bem sucedido....
Para a sociedade médica japonesa, uma cura de até 100% para as seguintes doenças:
Dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite, problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarréia, diabetes, hemorróidas, todas as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.


Método de tratamento:
1. De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
2. Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
3. Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4. Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante 2 horas.
5. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no início podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente.
6. O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de uma vida mais saudável


A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que requer a cura das principais doenças:

1. Pressão Alta - 30 dias
2.. Gastrite - 10 dias
3. Diabetes - 30 dias
4. Obstipação - 10 dias
5. Câncer - 180 dias
6. Tuberculose - 90 dias
7. Os doentes com artrite devem continuar o tratamento por apenas 3 dias na primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente.

Este método de tratamento não tem efeitos secundários. No entanto, no início do tratamento terá de urinar frequentemente.
É melhor continuarmos o tratamento mesmo depois da cura, porque este procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber água é saudável e dá energia.
Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente com as refeições, e não água fria.
Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para água quente, enquanto se come Nada a perder, tudo a ganhar!
Para quem gosta de beber água fria.
Beber um copo de água fria ou uma bebida fria após a refeição solidifica o alimento gorduroso que você acabou de comer. Isso retarda a digestão.
Uma vez que essa 'mistura' reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é absorvida mais rapidamente do que o alimento sólido para o trato gastrointestinal. Isto retarda a digestão, fazendo acumular gordura em nosso organismo e danifica o intestino.
É melhor tomar água morna, ou se tiver dificuldade, pelo menos água natural.

Nota muito grave - perigoso para o coração: As mulheres devem saber que nem todos os sintomas de ataques cardíacos vão ser uma dor no braço esquerdo.
Esteja atento para uma intensa dor na linha da mandíbula. Você pode nunca ter primeiro uma dor no peito durante um ataque cardíaco.
Náuseas e suores intensos são sintomas muito comuns. 60% das pessoas têm ataques cardíacos enquanto dormem e não conseguem despertar. Uma dor no maxilar pode despertar de um sono profundo...
Sejamos cuidadosos e vigilantes
Quanto mais se sabe, maior chance de sobrevivência...
Um cardiologista diz que se todos que receberem esta mensagem, a enviarem a pelo menos uma das pessoas que conhecem, pode ter a certeza de que, pelo menos, poderá salvar uma vida
Ser um verdadeiro amigo é enviar este artigo para todos os seus amigos e conhecidos.
Acabei de fazer isso!



 

Leia a Bíblia - Clique Aqui
NÃO LEIA, EXAMINE-A COM GRANDE ZELO. ESTA É A MELHOR SOLUÇÃO, NEM 0,1%
DA HUMANIDADE QUER PAGAR ESTE PREÇO. É DANDO QUE SE RECEBE.


 

 
 
 
 
 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

CARNAVAL - A FESTA DA CARNE


“Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis” (Rm 8.13) ACF

O carnaval no Brasil, uma das mais conhecidas festas populares do mundo, é totalmente contrário aos valores cristãos. Mas, por outro lado, não podemos deixar de considerar que esta festa é uma manifestação folclórica e cultural do povo brasileiro. Será que o carnaval, na proporção que vemos hoje – com suas mais variadas atrações, com direito a escândalos e tudo, envolvendo políticos (quem não se lembra do episódio ocorrido com Itamar Franco?) e alcançando as camadas mais humildes da sociedade – é o mesmo de antigamente? Onde e como teve início o carnaval? Qual tem sido a sua trajetória, desde o seu princípio até os dias atuais? Existem elementos ético sem sua origem? São perguntas que, na medida do possível, estaremos respondendo no artigo que segue.


Origem histórica da festa do rei Momo

*A palavra carnaval deriva da expressão latina carne levare, que significa abstenção da carne. Este termo começou a circular por volta dos séculos XI e XII para designar a véspera da quarta-feira de cinzas, dia em que se inicia a exigência da abstenção de carne, ou jejum quaresmal. Comumente os autores explicam este nome a partir dos termos do latim tardio carne vale, isto é, adeus carne, ou despedida da carne; esta derivação indicaria que no carnaval o consumo de carne era considerado lícito pela última vez antes dos dias do jejum quaresmal - outros estudiosos recorrem à expressão carnem levare, suspender ou retirar a carne: o Papa São Gregório Magnoteria dado ao último domingo antes da quaresma, ou seja, ao domingo da qüinquagésima, o título de dominica ad carnes levandas; a expressão haveria sido sucessivamente abreviada para carnes levandas, carne levamen, carne levale, carneval ou carnaval – um terceiro grupo de etmologistas apela para as origens pagãs do carnaval: entre os gregos e romanos costumava-se exibir um préstito em forma de nave dedicada ao deus Dionísio ou Baco, préstito ao qual em latim se dava o nome de currus navalis: de onde vem a forma carnavale. Segundo o historiador José Carlos Sebe, ao carnaval estão relacionadas às festas e manifestações populares dos mais diversos povos, tais como o purim, judaico, e as saturnálias e as caecas, babilônicas, manifestações que contribuíram muito para o carnaval atual.

A real origem do carnaval é um tanto obscura. Alguns historiadores assentam sua procedência sobre as festas populares em honra aos deuses pagãos Baco e Saturno. Em Roma, realizavam-se comemorações em homenagem a Baco (deus de origem grega conhecido como Dionísio e responsável pela fertilidade. Era também o deus do vinho e da embriaguez).
As famosas bacanais eram festas acompanhadas de muito vinho e orgias, e também caracterizadas pela alegria descabida, eliminação da repressão e da censura e liberdade de atitudes críticas e eróticas. Outros estudiosos afirmam que o carnaval tenha sido, talvez, derivado das alegres festas do Egito, que celebravam culto à deusa Isís e ao deus Osíris, por volta de 2000 a.C.

A Enciclopédia Britânica afirma: Antigamente o carnaval era realizado a partir da décima segunda noite eestendia-se até a meia-noite da terça-feira de carnaval. Outra corrente de pensamento entende que o carnaval teve sua origem em Roma. Enquanto alguns papas lutaram para acabar com esta festa (Clemente, séculos IX e XI, e Benedito, século XIII), outros, no entanto, a patrocinavam. A ligação desta festa com o povo romano tornou-se tão sólida quea Igreja Romana preferiu, ao invés de suspendê-la, dar-lhe uma característica católica. Ao olharmos para países como Itália, Espanha e França, vemos fortes denominadores comuns do carnaval em suas culturas. Estes países sofreram grandes influências romanas. O antigo Rei das Saturnais, o mestre da folia, é sempre morto no final das antigas festas pagãs. Vale ressaltar que O festival Dionisíaco expõe em seu tema um grande contra-senso, descrito na The Grolier Multimedia. Enciclopédia, 1997: A adoração neste festival é chamada de Sparagmos, caracterizada por orgias, êxtase e fervor ou entusiasmo religioso. No entanto, seusignificado é descrito no mesmo parágrafo da seguinte forma: Deixar de lado a vida animal, a comida dessa carne e a bebida desse sangue.


A origem do carnaval no Brasil

O primeiro baile de carnaval realizado no Brasil ocorreu em 22 de janeiro de 1841, na cidade do Rio de Janeiro, no Hotel Itália, localizado no antigo Largo do Rócio, hoje Praça Tiradentes, por iniciativa de seus proprietários, italianos empolgados com o sucesso dos grandes bailes mascarados da Europa. Essa iniciativa agradou tanto que muitos bailes o seguiram. Entretanto, em 1834, o gosto pelas máscaras já era acentuado no país por causa da influência francesa. Ao contrário do que se imagina, a origem do carnaval brasileiro é totalmente européia, sendo uma herança do entrudo português e das mascaradas italianas. Somente muitos anos depois, no início do século XX, foram acrescentados os elementos africanos, que contribuíram de forma definitiva para o seu desenvolvimento e originalidade.

Nessa época, o carnaval era muito diferente do que temos hoje. Era conhecido como entrudo, festa violenta, na qual as pessoas guerreavam nas ruas, atirando água uma nas outras, através de bisnagas, farinha, pós de todos os tipos, cal, limões, laranjas podres e até mesmo urina. Quando toda esta selvageria tornou-se mais social, começou então a se usar água perfumada, vinagre, vinho ou groselha; mas sempre com a intenção de molhar ou sujar os adversários, ou qualquer passante desavisado. Esta brincadeira perdurou por longos anos, apesar de todos os protestos. Chegou até mesmo a alcançar o período da República. Sua morte definitiva só foi decretada com o surgimento deformas menos hostis e mais civilizadas de brincar, tais como o confete, a serpentina e o lança-perfume. Foi então que o povo trocou as ruas pelos bailes.


Símbolos carnavalescos

Como em qualquer manifestação popular, o carnaval também se utilizou de formas simbólicas para aguçar a criatividade do povo e, conseqüentemente, perpetuar sua história. As fantasias apareceram logo após as máscaras, por volta de 1835, dando um colorido todo especial à festa. Com o passar dos anos, as pessoas iam perdendo a inibição e as fantasias, que a princípio eram usadas como disfarce (por seremquentes demais), foram dando lugar a trajes cada vez mais leves, chegando ao nível que vemos hoje, de quase completa nudez. Independente das mudanças, os grandes bailes, portanto, permaneceram realizando concursos de fantasias, incentivando a competição entre grandes figurinistas e modelos. Como já foi citado, o primeiro baile de carnaval no Brasil foi realizado em 1841, na cidade do Rio de Janeiro, e, desde então, não parou mais. No começo eram apenas bailes de máscaras e a música era a polca, a valsa e o tango. Havia também coros de vozes para animara festa. Nota-se que nem sempre foi tocado o samba, mas modinhas. Os escravos contribuíram com o carnaval com um estilo de música chamado lundu, ritmo trazido de Angola. Tal ritmo, no entanto, por ser considerado indecente, limitava-se apenas às senzalas. Contudo, permaneceu durante todo o século XIX. Com esta fusão de ritmos nasce o samba, uma expressão do dialeto africano quibundo. Essa expressão passou por uma culturação e se tornou o que chamamos hoje de samba. O samba se popularizou nos entrudos, pois em sua origem este ritmo não era propriamente música, mas uma dança feita nos quilombos. Todo este contexto histórico nos leva até os anos 20, ocasião em que nasce aquilo que hoje é chamado de a excelência do samba, ou seja, o samba de enredo. O carnaval hoje conta com bailes de todos os tipos, como o baile à fantasia, baile da terceira idade, matinês para crianças, bailes de travestis, entre outros. Os embalos musicais destes bailes contam com o bater dos surdos e o samba é o ritmo predominante. Também se toca axé music, um estilo baiano. No carnaval hoje não se dança mais, pula-se.


Desfiles das Escolas de Samba

Iniciou-se no começo do século XX com os blocos, mas somente nos anos 60 e 70 é que acontece no carnaval brasileiro a chamada Revolução Plástica, com a participação da classe média na folia e todos os seus valores estéticos e estilísticos, que viriam incrementar todo o contexto das escolas de samba. Os desfiles das escolas de samba são, sem dúvida, o ponto alto do carnaval brasileiro, turistas vêem de todos os cantos e pagam pequenas fortunas para assistirem ao desfile. Outras tantas pessoas perdem noites de sono vendo a festa pela televisão. A competição entre as escolas de samba é ferrenha, e não raro ocorrem brigas entre seus líderes (leia-se presidentes) durante a apuração dos resultados, pois os pontos são disputados um a um, para que, ao final, se saiba quem foi a grande campeã do carnaval. Um detalhe importante. A oficialização do desfile das escolas aconteceu em 1935, com afundação do Grêmio Recreativo Escola de Samba. Antes desta data, porém, mais precisamente em 1930, já se via desfiles nas ruas do Rio de Janeiro.


O carnaval e a igreja católica romana

Devido à sua origem pagã, e pelo fato de ser uma festa um tanto obsceno, a relação entre a Igreja Romana e o carnaval nunca foi amigável. No entanto, o que prevaleceu por parte da igreja foi uma atitude de tolerância quanto à essa manifestação, até porque a liderança da igreja não conseguiu eliminá-la do calendário. A solução, então, foi: se não pode vencê-los, junte-se a eles. Daí, no século XV, a festa da carne, por assim dizer, foi incorporada ao calendário da igreja, sendo oficializado como a festa que antecede a abstinência de carne requerida pela quaresma: Por fim, as autoridades eclesiásticas conseguiram restringir a celebração oficial do carnaval aos três dias que precedem a quarta-feira de cinzas (em nossos tempos, alguns párocos bem intencionados promovem, dentro das normas cristãs, folguedos públicos nesse tríduo a fim de evitar que sejam os fiéis seduzidos por divertimentos pouco dignos). Como se vê, a igreja não instituiu o carnaval; teve, porém, de o reconhecer como fenômeno vigente no mundo em que ela se implantou. Sendo em si suscetível de interpretação cristã, ela o procurou subordinar aos princípios do Evangelho; era inevitável, porém, que os povos não sempre observassem o limite entre o que o carnaval pode ter de cristão e o que tem de pagão. Esta claro que são contrários às intenções da igreja os desmandos assim verificados. Em reparação dos mesmos foram instituídas adoração das quarenta horas e as práticas de retiros espirituais nos dias anteriores à quarta-feira de cinzas.

José Carlos Sebe escreveu: Apenas no século XV, provavelmente movido pelo sucesso popular da festa, o Papa Paulo II a incorporou no calendário cristão. Aliás, Paulo II foi mais longe, chegando a patrocinar toda uma rica celebração antes do advento da Quaresma. Não apenas o carnaval popular foi organizado pelos papas. Paulo IV promoveu uma terça-feira gorda, um lauto jantar onde compareceu o sacro colégio romano, e o festim regado a vinho pôde ser considerado uma das primitivas celebrações em salão fechado. A tentativa da Igreja Católica Romana na cristianização do carnaval e sua atual justificativa é totalmente inconseqüente, infeliz e irresponsável. Não existe uma referência bíblica sequer favorável ao seu argumento.
Pelo contrário. Existe todo um contexto bíblico explicitamente contrário à essa manifestação popular. Todos os especialistas cristãos sabem muito bem quando devem aplicar a transculturação cristã em determinada manifestação cultural (como exemplo, o Natal, período em que ocorre a mudança do objeto de culto e a extirpação total da velha ordem, transformação das simbologias e referências). Sabem também quando à determinada comemoração popular é impossível aplicar quaisquer processos de cristianização.

O carnaval é um exemplo real da sobrevivência do paganismo, com todos os seus elementos presentes. É a explicita manifestaçãodas obras da carne:
“Porque as obras da carne sãomanifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas,dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus” (Gl 5.19-21)ACF

*O apóstolo Paulo declara que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus (Gl 5.19-21).


Posição da igreja evangélica no período do carnaval

Como pudemos observar, o carnaval tem sua origem em rituais pagãos de adoração a deuses falsos. Trata-se, por isso, de uma manifestação popular eivada de obras da carne, condenadas claramente pelas Sagradas Escrituras. Seja no Egito, Grécia ou Roma antiga, onde se cultua, respectivamente, os deuses Osíris, Baco ou Saturno, ou hoje em São Paulo, Recife, Porto Alegre ou Rio de Janeiro, sempre notaremos bebedeiras desenfreadas, danças sensuais, música lasciva, nudez, liberdade sexual e falta de compromisso com as autoridades civis e religiosas. Entretanto, não podemos também deixar de abordar os chamados benefícios do carnaval ao país, tais como geração de empregos, entrada de recursos financeiros do exterior através do turismo, aumento das vendas no comércio, entre outros.

Traçando o perfil do século XXI, não é possível isentar a igreja evangélica deste momento histórico. Então, qual deve ser a posição do cristão diante do carnaval? Devemos sair de cena para um retiro espiritual, conforme o costume de muitas igrejas, a fim de não sermos participantes com eles (Ef 5.7)? Devemos, por outro lado, ficar aqui e aproveitarmos a oportunidade para a evangelização? Ou isso não vale à pena porque, especialmente neste período, o deus deste século lhes cegou o entendimento (2Co 4.4) ?

Creio que a resposta cabe a cada um. Mas, por outro lado, a personalidade da igreja nasce de princípios estreitamente ligados ao seu propósito: fazer conhecido ao mundo um Deus que, dentre muitos atributos, é Santo.

OBS.: NA REALIDADE, O QUE NÃO OCORRE NOS CRENTES É A DIREÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, CADA UM FAZ O QUE PARECE RETO AOS SEUS  OLHOS (Jz 21.25; Pv 16.2; 21.2). QUEM QUER PAGAR O PREÇO PARA TER INTIMIDADE E A DIREÇÃO DO ESPÍRITO, O QUE FAZER, O QUE NÃO FAZER? TER O SENHOR VERDADEIRAMENTE COMO O SENHOR DE "SUA" VIDA, É PRECISO TB NASCER  DA ÁGUA E DO ESPÍRITO, TER CORAÇÃO SINCERO E PURO DIANTE DO PAI, MERGULHAR DE CARA NA SUA PALAVRA (JEREMIAS 15.16; JOÃO 5.39,40; II TIMÓTEO 2.15; II JOÃO 9).  - CONSIDERAÇÃO DESTE BLOG.

José Carlos Sebe, no livro Carnaval de Carnavais, página 16, descreve, segundo George Dúmezil (estudioso das tradições mitológicas): O carnaval deve ser considerado sagrado, porque é a negação da rotina diária. Ou seja, é uma oportunidade única para extravasar os desejos da carne, e dentro deste contexto festivo, isto é sagrado, em nada pervertido.
Na página 17, o mesmo autor descreve: Beber era um recurso lógico para a liberação pessoal e coletiva. A alteração da rotina diária exigia que além da variação alimentar, também o disfarce acompanhasse as transformações.

Observe ainda o que diz Manuel Gutiérez Estéves: No passado, faziam-se nos povoados, mas sobretudo nas cidades, diversos tipos de reuniões em que todos os participantes aparentavam algo diferente daquilo que, na realidade,eram. A pregação eclesiástica inseriu na mensagem estereotipada do carnaval a combinação extremada da luxúria com a gula. Não falta, sem dúvida, fundamentopara isto.
. Como cristãos, não podemosconcordar e muito menos participar de tal comemoração, que vai contra os princípios claros da Palavra de Deus.


Curiosidades do carnaval

As armas da festa - Confete - Procedente da Espanha, veio para o Brasil em 1892;Serpentina. De origem francesa, chega ao país também em 1892;Lança-perfume - Bisnaga de vidro ou metal (hoje feita de plástico), quecontinha éter perfumado. De origem francesa, chegouao Brasil em 1903.


O rei momo no carnaval carioca

De origem greco-romana, Momo é a figura mais tradicional do carnaval. Segundo consta a lenda, ele foi expulso do Olimpo, habitação dos deuses, por causa de sua irreverência. Nas festas de homenagem ao deus Saturno, na antiga Roma, o mais belo soldado era escolhido para ser o rei Momo. No final das comemorações, o eleito era sacrificado a Saturno em seu altar.
O rei Momo foi introduzido no carnaval carioca em 1933. Sua figura era representada por um boneco de papelão. Em 1949, no entanto, o boneco de papelão foi substituído por personalidades importantes da época. Em 1950, esta festa popular deixou de contar apenas com a representação do rei Momo, surgindo, então, as rainhas e princesas do carnaval.


CARNAVAL
A maior festa popular brasileira

Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis”
(Gl 5.16-17) ACF


Origem Histórica

Segundo definição genérica, o carnaval é uma festa popular coletiva, que foi transmitida oralmente através dos séculos, como herança das festas pagãs realizadas a 17 de dezembro (Saturnais- em honra a deus Saturno na mitologia grega.) e 15 de fevereiro (Lupercais - em honra a deus Pã, na Roma Antiga.). Na verdade, não se sabe ao certo qual a origem do carnaval, assim como a origem do nome, que continua sendo polêmica.

Alguns estudiosos afirmam que a comemoração do carnaval tem suas raízes em alguma festa primitiva, de caráter orgíaco, realizada em honra do ressurgimento da primavera. De fato, em certos rituais agrários da Antigüidade, 10 mil anos A.C., homens e mulheres pintavam seus rostos e corpos, deixando-se enlevar pela dança, pela festa e pela embriaguez. Originariamente os católicos começavam as comemorações do carnaval em 25 de dezembro, compreendendo os festejos do Natal, do Ano Novo e de Reis, onde predominavam jogos e disfarces. Na Gália, tantos foram os excessos que Roma o proibiu por muito tempo. O papa Paulo II, no século XV, foi um dos mais tolerantes, permitindo que se realizassem comemorações na Via Lata, rua próxima ao seu palácio. Já no carnaval romano, viam-se corridas de cavalo, desfiles de carros alegóricos, brigas de confetes, corridasde corcundas, lançamentos de ovos e outros divertimentos.

O baile de máscaras, introduzido pelo papa Paulo II, adquiriu força nos séculos XV e XVI, por influência da Commedia dell'Arte. Eram sucesso na Corte de Carlos VI. Ironicamente, esse rei foi assassinado numa dessas festas fantasiado de urso.

As máscaras também eram confeccionadas para as festas religiosas como a Epifania (Dia de Reis). Em Veneza e Florença, no século XVIII,as damas elegantes da nobreza utilizavam-na como instrumento de sedução. Na França, o carnaval resistiu até mesmo à Revolução Francesa e voltou a renascer com vigor na época do Romantismo, entre 1830 e 1850. Manifestação artística onde prevalecia a ordem e a elegância, com seus bailes e desfiles alegóricos, o carnaval europeu iria desaparecer aos poucos na Europa, em fins do século XIX e começo do século XX. Há que se registrar, entretanto, que as tradições momescas ainda mantêm-se vivas em algumas cidades européias, como Nice, Veneza e Munique.


Etmologia da Palavra

Assim como a origem do carnaval, as raízes do termo também têm seconstituído em objeto de discussão. Para uns, o vocábulo advém da expressão latina "carrum novalis" (carro naval), uma espécie de carro alegórico em forma debarco, com o qual os romanos inauguravam suas comemorações. Apesar de ser foneticamente aceitável, a expressão é refutada por diversos pesquisadores, sob a alegação de que esta não possui fundamento histórico. Para outros, a palavra seria derivada da expressãodo latim "carnem levare", modificada depois para "carne, vale !" (adeus, carne!), palavra originada entre os séculos XI e XII que designava a quarta-feira de cinzas e anunciava a supressão da carne devido à Quaresma. Provavelmente vem também daí a denominação "Dias Gordos", onde a ordem é transgredida e os abusos tolerados, em contraposição ao jejum e à abstenção total do período vindouro (Dias Magros da Quaresma).


Posição da igreja evangélica no período do carnaval

Como pudemos observar, o carnaval tem sua origem em rituais pagãos de adoração a deuses falsos. Trata-se, por, isso de uma manifestação populareivada de obras da carne, condenadas claramente pela Bíblia. Seja no Egito, Grécia ou antiga Roma, onde se cultua, respectivamente, os deuses Osíris, Baco ou Saturno, ou hoje em São Paulo, Recife, Porto Alegre ou Rio de Janeiro, sempre notaremos bebedeira desenfreada, danças sensuais, música lasciva, nudez, liberdade sexual e falta de compromisso com as autoridades civis e religiosas.

Traçando o perfil do século XXI, não é possível isentar a Igreja evangélica deste movimento histórico. Então qual deve ser a posição do cristão diante do carnaval? Devemos sair de cena para um retiro espiritual, conforme o costume de muitas igrejas? Devemos por outro lado, ficar aqui e aproveitarmos a oportunidade para a evangelização? Ou isso não vale a pena porque, especialmente neste período, o deus deste século lhes cegou o entendimento?

*Cremos que a resposta cabe a cada um (PARA O SERVO INÚTIL ELE SÓ VAI AONDE O ESPÍRITO SANTO O CONDUZIR, A RESPOSTA ENTÃO VEM DO ALTO. Ver Lc 17.10). Mas, por outro lado, a personalidade da Igreja de Deus nasce de princípios estreitamente ligados ao seu propósito: fazer conhecido ao mundo um Deus que, dentre muitos atributos, é Santo. ISSO É OBRA DO ESPÍRITO SANTO NÃO DA IGREJA APÓSTATA (DIVORCIADA), POR ISSO DEUS DIZ: "ESTOU SEPARANDO UM POVO DENTRO DO MEU PRÓPRIO POVO" "MINHA IGREJA ESTÁ PODRE".

Há quem justifique como estratégia evangelística a participação efetiva na festa do carnaval, desfilando com carros alegóricos e blocos evangélicos, o que não deixa de ser uma tremenda associação com a profanação. Pergunta-se, então: será que deveríamos freqüentar boates gays, sessões espíritas e casas de massagem, a fim de conhecer melhor a ação do diabo e investir contra ela? Ou deveríamos traçar estratégias melhores de evangelismo? No carnaval de hoje, são poucas as diferenças das festas que o originaram, continuamos vendo, imoralidade, promiscuidade sexual e bebedeira. Como cristãos não podemos concordar e muito menos participar de tal comemoração, que vai contra os princípios claros da Palavra de Deus cf. (Romanos 8.5-8; ICo6.20).

“Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus”(Rm 8.5-8)ACF

“Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (1Co 6.20) ACF


Evangelismo ou retiro espiritual?

A maioria das igrejas evangélicas hoje tem sua própria opinião (VER DIC. O QUE É 'OPINIÃO' ALÉM DE IDEIA SEM FUNDAMENTO; JUÍZOS BASEADO NA APARÊNCIA)quanto ao tipo de atividade que deve ser realizada no período do carnaval. Opinião, esta que, baseia-se em parte na teologia que cada uma delas prega (CADA IGREJA HOJE TEM SUA DOUTRINA HERÉTICA E NÃO HÁ ÚNICA DOUTRINA BÍBLICA, PREDOMINA O SOFISMA). Este fato é que normalmente justifica sua posição. A saber: enquanto umas participam de retiros espirituais, outras, no entanto, preferem ficar na cidade durante o carnaval com o objetivo de evangelizar os foliões. 

Primeiramente, gostaríamos de destacar que respeitamos as duas posições, pois cremos que os cristãos fazem tudo por amor com a intenção de ganhar almas para Cristo (OU SEJA: ROUBAR A GLÓRIA dELE - Ver ISAÍAS 42.8; JOÃO 15.16; A OBRA NÃO É DO HOMEM E SIM DO ESPÍRITO SANTO - Ver I TIMÓTEO 1.7), edificando seu Corpo. Entendemos também o propósito dos retiros espirituais: momentos de maior "comunhão" com o Senhor. Muitos crentes tem sido edificados pela pregação da Palavra e atuação do Espírito Santo nos acampamentos das igrejas.

Todavia, a oportunidade de aproveitarmos o carnaval para testemunhar é pouco difundida em nosso meio.
Em meio à pressão provocada pelo mundo, a igreja deve buscar estratégicas adequadas para posicionar-se à estas mudanças dentro da Bíblia, e não dentro de movimentos contrários a ela. A Bíblia é a fonte, e não fatores externos. Cristãos de todos os lugares do Brasil possuem opiniões diferentes  a este respeito de maneira adequada para evangelização no período do carnaval. Mas devemos notar que Cristo nunca perdeu uma oportunidade para pregar. Partindo deste princípio não podemos deixar de levar o evangelho não importando o momento (MAIS OPINIÃO - MAS OS MISTÉRIOS DEUS SÓ REVELA AOS PEQUENINOS - OBEDIENTES, SUBMISSOS, COM TEMOR, VIDA CONSAGRADA NO ALTAR; QUE PERSEVERA).  “Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda alonganimidade e doutrina” (2Tm 4.2) ACF

. Assim, devemos lançar mão da "sabedoria" (MASTIGUE PROVÉRBIOS 2; 3; 4)  que temos recebido do Senhor e optar pela melhor atividade para a nossa igreja nesse período tão sombrio que é o carnaval. A igreja jamais pode ser omissa quanto a esse assunto. O cristão deve ser sábio ao tomar sua decisão, sabendo que: “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), E nos ressuscitoujuntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus” (Ef 2.2-6) ACF

*Assim devemos lançar mão da sabedoria que temos recebido do Senhor e optar pela melhor atividade para nossa igreja nesse período tão sombrio que é o carnaval.



Bibliografia:
Instituto Cristão de Pesquisa –(ICP)
Revista Defesa da Fé
Enciclopédia Barsa


Israel Reis israelzaca@terra.com.br 


TODAS AS CONSIDERAÇÕES SÃO DO ESPÍRITO SANTO QUE ENSINA E LAPIDA O BRILHANTE BRUTO QUE DER LUGAR PARA TAL PRIVILÉGIO. BLOG O AVISO DE DEUS. VER TB TIAGO 4.4; I JOÃO 2.15-17; MATEUS 7.1 cf com JOÃO 7.4; I CORÍNTIOS 6; ZACARIAS 3.7; PROVÉRBIOS 21.3; MATEUS 22.29.  




Postagens populares

JESUS o único caminho

A B E N Ç Ã O DO SENHOR ESTEJA SOBRE OS SINCEROS

O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Nm 6.24-26

Quem sou eu

Minha foto

Meu nome: Maurício Cerqueira, sou pastor da Assembleia dos Santos (Nome dado pelo Senhor em profecia) igreja do Senhor e seus remanescentes; pela misericórdia antes de ser consagrado pelo homem, tive o privilégio de ser consagrado pelo DEUS TODO-PODEROSO. Então, vivo para a Sua obra e persevero na Palavra, é necessário, pois me foi imposta esta obrigação (Jeremias 15:16). Tenho outro grande privilégio de trabalhar só para o Altíssimo e aprender a viver no dia a dia João 5:39; 14:21; Mateus 7.21; 22.37-39; I Coríntios 7:23; 13; Salmos 37.4; Provérbios 1.7; 2; Jeremias 15.16; 29.13 e 33.03... e a ser grato ao SENHOR que me proporciona todas as condições, me sustentando de todas maneiras para se concretizar o seu querer na vida deste servo inútil que lhe pertence. A L E L U I A

Receba atualizações por email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

>