Translate Welcome

SE ALGUÉM FALAR, FALE SEGUNDO AS PALAVRAS DE DEUS; SE ALGUÉM ADMINISTRAR, ADMINISTRE SEGUNDO O PODER QUE DEUS DÁ, PARA QUE EM TUDO DEUS SEJA GLORIFICADO POR JESUS CRISTO, A QUEM PERTENCE A GLÓRIA E O PODER PARA TODO O SEMPRE. AMÉM. 1 Pe 4.11

A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO

Arquivo do blog

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Porque todos buscam o que é seu, e não o que é de Cristo Jesus. Filipenses 2.21 (Apóstolo Valdemiro e/ou)

O homem que multiplica fiéis

Com discurso de homem do povo, carisma inato e um aparato de comunicação competente, Valdemiro Santiago faz sua Mundial ascender ao topo das igrejas neopentecostais do Brasil

Rodrigo Cardoso e João Loes. Fotos Pedro Dias/Agência ISTOÉ
Fonte: Revista ISTO É  02/02/2011.



Com microfone em punho, Valdemiro Santiago de Oliveira, todo-poderoso líder da Igreja Mundial do Poder de Deus (IMPD), caminha bambeando de um lado para outro do altar fincado bem no centro de um galpão de 18 mil metros quadrados, localizado no Brás, bairro da região central de São Paulo. Dez mil pessoas se aglomeram ao redor do autointitulado apóstolo, em estado de atenção e êxtase, à espera de uma palavra, um toque, um abraço. Com o rebanho em suas mãos, e um timing digno de showman, ele chora, gargalha, transpira. Está entregue à multidão. A voz rouca sai carregada de ironia e ornamentada por um sorriso de canto de boca. “Está um congestionamento aqui fora. Ouvi dizer que acontece uma feira na redondeza!”, diz. Mas não há feira nenhuma. O movimento na região é provocado pelos concorridos cultos desse mineiro de 47 anos, natural de Cisneiros, distrito de Palma, a 400 quilômetros de Belo Horizonte. E Santiago sabe muito bem disso. Há 30 anos no movimento neopentecostal brasileiro, segmento que mais cresce no Brasil (deve chegar a 40 milhões de adeptos no novo Censo), o homem forte da Mundial é o mais fulgurante fenômeno religioso do Brasil atualmente. Sua identificação direta com a massa – é negro, tem sotaque caipira e português falho, trabalhou na roça e passou fome – o coloca nos braços humildes e carentes daqueles que procuram uma solução espiritual para as mazelas da vida.


“Quem me viu na tevê? Quem foi a Interlagos?”, questiona Santiago, enquanto os fiéis, contidos por obreiros, se debatem e gritam em sua direção. No primeiro dia de 2011, o religioso ganhou minutos preciosos em rede nacional por causa da massa impressionante de discípulos que conseguiu arregimentar em pleno 1º de janeiro, vinda de todos os cantos do Brasil para celebrar com ele no autódromo de Interlagos. Segundo os organizadores do evento, havia lá 2,3 milhões de pessoas. Nos dias 9 e 11 de janeiro, quando a reportagem de ISTOÉ acompanhou os cultos na sede mundial da IMPD, no Brás, uma antiga fábrica comprada por R$ 60 milhões em 60 parcelas de R$ 1 milhão, o apóstolo faturou sobre essa exposição em horário nobre. “Ninguém pode dizer que sou um sujeito dotado de uma inteligência, uma sabedoria”, disse Santiago à ISTOÉ, currículo escolar findo no quinto ano do ensino fundamental, mas alinhado em um terno bem cortado, gravata, camisa com abotoaduras douradas e sapatos tamanho 44 impecáveis. “Quem olha a minha vida e faz uma análise não tem como não glorificar Deus.”
 

Glória: O ex-roceiro, que cuidava de marrecos e foi viciado em drogas, é ovacionado por 2,3 milhões de pessoas, em Interlagos, no primeiro dia de 2011
 

De fato, o garoto que perdeu a mãe aos 12 anos e caminhava oito quilômetros por dia para levar marmita para os familiares na roça lidera, hoje, um império religioso que conta com três mil igrejas espalhadas pela América do Sul e do Norte, Europa, Ásia e África e 4,5 milhões de fiéis, de acordo com dados da própria IMPD (leia ao lado quadro comparativo com outras denominações evangélicas). Treze anos depois de fundar a Mundial, o homem que gosta de cultivar a fama de matuto mora em um condomínio de luxo em Barueri, na Grande São Paulo, e tem na garagem três carros importados blindados – uma Land Rover, um Toyota e um Peugeot. Motoristas e seguranças particulares estão sempre à sua disposição. Helicópteros e um jato particular também. A Igreja Mundial, por sua vez, tem inaugurado um novo templo por semana e honra, mensalmente, uma despesa em torno de R$ 40 milhões. O dinheiro da igreja vem, principalmente, do dízimo arrecadado. Membros da IMPD estimam receber de doação em seus cultos uma média de R$ 10 por fiel. Há, ainda, envelopes nas cores ouro, prata e bronze. Pastores afirmam que a diferenciação não está diretamente ligada ao valor a ser dado à igreja. Segundo eles, cada tipo de envelope contém uma mensagem diferente. Nesse primeiro mês de 2011, o apóstolo reforçou o pedido por doações argumentando despesas com emissoras de tevê e rádio. “Ano novo, contratos novos e reajustados... Essa semana preciso muito de sua ajuda. Quem pode trazer até terça-feira R$ 100?”, perguntou Santiago. A quantia foi diminuindo à medida que o tempo ia passando. “E uma oferta mínima de R$ 30? Quem puder, fique de pé que o obreiro irá dar o envelope.”
 

Cura: O milagre é o carro-chefe da Igreja Mundial. Pessoas com câncer e até cadeirantes testemunham ter se curado com a intervenção de Santiago e seus pastores
 

É a mística de milagreiro de Santiago a chave de seu sucesso e a responsável pelo fenômeno da multiplicação de fiéis à sua volta. E a televisão amplifica em doses continentais esse poder de comunicação inato do líder evangélico. Atualmente ele ocupa 22 horas diárias na programação da Rede 21, que pertence ao grupo Bandeirantes, ao custo de R$ 6 milhões mensais. Com mais R$ 101 mil por mês, pagos à Multichoice, empresa sul-africana distribuidora de sinal, também está no ar em Angola, Moçambique, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Líbia, Zimbábue e Botswana. Na telinha, o que se vê são os cultos de Santiago em seus templos. Para isso, a performance do pastor é acompanhada, minuto a minuto, por fotógrafo e uma equipe de cinegrafistas, que registram tudo para ser divulgado, além da tevê, no jornal, na revista e na rádio da igreja. Na África do Sul, a Mundial possui uma hora de programação na TV Soweto, ao custo de R$ 59 mil mensais. Em Maputo, a capital de Moçambique, uma tevê e uma rádio já estão sob o domínio da corrente evangélica do ex-roceiro, fissurado, segundo palavras dos próprios membros da igreja, por se comunicar com os súditos via tevê. Afinal, se em um templo como o do Brás o apóstolo consegue falar para 30 mil pessoas, no ar, citando apenas os que possuem antena parabólica no Brasil, ele chega a 25 milhões de lares via Rede 21.


Não e à toa que, anunciados pela telinha, seus eventos estão sempre lotados. “Aquela máxima da publicidade de que uma imagem vale mais do que mil palavras se aplica muito bem a Valdemiro”, afirma Ronaldo Didini, ex-membro da cúpula da Universal e braço-direito de Santiago, que responde pela estratégia de mídia da igreja. Além dele, são dirigentes da Mundial um consultor financeiro, também ex-Universal, e três deputados eleitos no último pleito – dois federais (José Olímpio, PP/SP e Francisco Floriano, PR/RJ) e um estadual (Rodrigo Moraes, PSC/SP). “As coisas são cada vez mais rápidas e profissionalizadas na Mundial”, diz o pesquisador Ricardo Bitun, autor da tese “Igreja Mundial do Poder de Deus: Rupturas e Continuidades no Campo Religioso Neopentecostal”, defendida na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Isso ocorre, em grande parte, por conta de um fenômeno conhecido como nomadismo religioso. Se durante muito tempo a Igreja Católica era a maior fornecedora de ovelhas ao rebanho pentecostal, agora esses últimos trocam de fiéis entre si. “Meu trabalho é o altar; meu negócio é multiplicar as almas”, diz Santiago, que também fatura com a crise de igrejas como a Renascer em Cristo, por exemplo, que perdeu em 2010 seus discípulos mais ilustres, o jogador de futebol Kaká e sua mulher, Caroline Celico.


A ascensão de Santiago ao olimpo dos líderes religiosos do Brasil começou a ser moldada em 1976, quando, aos 16 anos, ele se converteu ao protestantismo. Naquela época, o garoto revoltado e de difícil trato, que em Cisneiros cuidava de marrecos, arava a terra e colhia ovos de anu para fazer omelete, morava com um dos 12 irmãos na mineira Juiz de Fora. Nessa cidade, trabalhava como pedreiro e levava uma vida desregrada. Dormia muitas noites na calçada e era viciado em drogas – ele se limita a dizer que consumia “álcool e substâncias sintéticas em forma de comprimidos”. Até que um pastor lhe estendeu a mão e Santiago passou a pregar. Foi obreiro, pastor, bispo e membro da cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd). Nos templos de Edir Macedo, atuou por 18 anos e se desligou em 1997, depois de um suposto desentendimento com o líder evangélico. Já havia, porém, decorado a cartilha de seu mentor. Pesquisador da área da sociologia da religião, Ricardo Mariano afirma que as crenças e práticas mágico-religiosas da Mundial são uma cópia da Universal. Tanto que até o nome da igreja de Santiago, Igreja Mundial do Poder de Deus, é uma evidente inspiração na primeira casa: Igreja Universal de Reino de Deus. Perspicaz, o religioso caipira foi beber da fonte que já havia sido aprovada pelo público. Tanto que, além de convidar parte da cúpula da IURD, atraiu também dezenas de pastores, prática que adotou até um ano atrás, quando membros da Mundial começaram a temer que houvesse “universais” infiltrados em suas fileiras.


No altar da igreja que fundou em 1998 Valdemiro passou a receber portadores do vírus da Aids, doentes de câncer e até cadeirantes desenganados pela medicina. As pessoas em cadeira de roda são, até hoje, um dos campeões de audiência. É comum encontrar no templo fiéis carregando para o alto cadeiras de roda, num gesto explícito de libertação. Em um programa no início de janeiro, o apóstolo protagonizou, via tevê, uma situação do tipo. Ao seu lado, caminhando, um ex-paralítico afirmava ter permanecido imóvel por 15 anos. A reportagem de ISTOÉ tentou contato com esse homem, mas membros da cúpula da Mundial disseram ser impossível localizá-lo, pois as fichas de identificação ainda não estão informatizadas e há muitos casos como o dele.
“Meu trabalho é o altar; meu negócio é multiplicar as almas”      Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus
O pastor mineiro usa como nenhuma outra liderança pentecostal os depoimentos de enfermos e a evocação da cura divina. Juntos, eles provocam uma catarse espiritual. Os fiéis da IMPD fazem fila para testemunhar, no altar ao lado do apóstolo e com exames médicos em punho, que a medicina já os havia desenganado, mas que a intervenção milagrosa os salvou. “Na Igreja Mundial, o toque no corpo de Santiago é muito valorizado”, diz o sociólogo da religião Flávio Pierucci, da Universidade de São Paulo (USP). Aos 61 anos, a católica catarinense Aledir Lachewtz, 61 anos, levou fotos e roupas de sua tia octogenária que sofria com um edema pulmonar para serem abençoadas em um culto na IMPD. “Os médicos diziam que não tinha mais jeito”, conta Aledir. “Mas, depois das bênçãos, novos exames não apontaram mais nada. O apóstolo tem muito poder de cura.” Essa espécie de pronto-socorro espiritual, como define o teólogo Edin Abumansur, da PUC-SP, floresce de modo particular na Mundial. Enquanto Santiago prega, dezenas de placas com os dizeres “Aqui tem milagre” são levantadas por obreiros para auxiliá-lo. Selecionado previamente e de posse de exames médicos que revelariam primeiro a enfermidade e, em seguida, o desaparecimento dela – chamado na IMPD de “o antes e o depois” –, o fiel é alçado ao microfone ao lado do pastor. E é nessa hora que o líder da Igreja Mundial vira astro.


Do alto de seu 1,90 e 103 quilos (chegou a ter 153, mas emagreceu após uma cirurgia bariátrica, há oito anos), o apóstolo grampeia o rosto da pessoa contra o seu peito. Abraça, chora e grita, como fez com a mãe que atribuiu a cura de sua filha de 6 anos, que voltou a andar e a falar contrariando prognósticos médicos, segundo ela, à fé e às orações feitas na IMPD. “Esse Deus é poderoooso! Isso é para sacudir o barraco do cramunhão e botar pra baixo!”, berra o religioso. Ricardo Mariano, professor do programa de pós-graduação em ciências sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) e um dos maiores especialistas do Brasil em movimento neopentecostal, contextualiza: “A ênfase pentecostal na cura divina já tem mais de 60 anos e foi uma das principais responsáveis pelo crescimento desse movimento religioso na América Latina e na África. Desde então, constitui uma das iscas mais atraentes de potenciais adeptos aos templos.”


Além da eloquência com que evangeliza, Santiago ficou conhecido por usar chapéus típicos de quem se criou no meio do mato. Assim também é visto em seus finais de semana, que acontecem, como ele diz, às quartas-feiras. Nesses dias, ele se tranca em um sítio, em Santa Isabel, a 50 quilômetros de São Paulo. Lá, desfruta de um pesqueiro, da piscina e do campo de futebol, onde organiza e disputa campeonatos entre times formados por membros de seu ministério. “Mas o que gosto mesmo é de sentar na beira do rio, com minha varinha de pescar”, diz. “Sou um sujeito de pouca educação. É uma coisa de chucro, de caipira”, completa ele, uma espécie de Tim Maia do altar, que passa boa parte do culto distribuindo broncas em obreiros, cinegrafistas e músicos que o acompanham. “Ô, oreiúdo (orelhudo), abre passagem para a mulher chegar até aqui”, disse o chefe da IMPD a um pastor, no culto do domingo 9, provocando gargalhadas nos súditos.


Nem mesmo a esposa, a bispa Franciléia, com quem vive há 26 anos, e as duas filhas do casal, Rachel, 25, e Juliana, 23, que também trabalham em prol do ministério, escapam de seus pitos. O apóstolo também é conhecido por ser incansável na rotina de sua Mundial. Há dias em que nem volta para casa. “Tenho um quarto na igreja”, conta Santiago, referindo-se ao templo do Brás. “Em casa, tenho dormido três, quatro vezes no mês”, completa ele, que diz desfrutar, por noite, de apenas quatro horas de sono. Membro da IMPD, Fernando Trizi reforça o fato. “Antigamente, muitos fiéis dormiam aqui na igreja. E, algumas vezes, o apóstolo acordava de madrugada, descia do quarto e, de pijama, orava com eles.” Ao valorizar a ingenuidade e a simplicidade, o religioso prosperou. “O que chama mais a atenção é a emergência de uma autoridade religiosa pentecostal de expressão nacional negra, tal como o restante da cúpula da igreja”, diz Mariano, autor de “Neopentecostais: Sociologia do Novo Pentecostalismo no Brasil” (Edições Loyola, 1999). Ao contrário de outras neopentecostais de peso, como a Renascer e a Universal, que ficaram mais requintadas em relação ao público que as frequenta, prometendo prosperidade àqueles que também desejam ascensão material, a Mundial tem acolhido a classe menos favorecida, um aglomerado de gente humilde que não se identifica mais com as outras denominações.
Na IMPD, porém, essas pessoas enxergam em seu líder uma figura que, mesmo de terno e gravata e sob os holofotes, fala a língua delas. Foi por meio dessa habilidade inata que muitas personalidades deixaram para trás o passado sofrido e se tornaram notórias. “O Valdemiro é como o Silvio Santos ou o Lula. O camelô que deu certo, mas nunca deixou de ser camelô. O metalúrgico que virou presidente da República, mas não deixou de ser metalúrgico”, compara Bitun. Os astro evangélico promete milagres como se contasse um causo. Apelo irresistível aos corações aflitos.
 
IstoÉ


COMENTÁRIOS DO BLOG O AVISO DE DEUS


ABSURDO: ÁGUA BENTA DE R$ 100 a 1000 REAIS - www.telacrente.org 



É Silas Malafaia, Valdemiro, RR Soares, Macedo, Marcos Feliciano... todos querendo ser o maioral,  o bambambam dos "fiéis". Ensinam doutrinas de homens, heresias, copo com água, sal grosso, rosa para passar no corpo, descarrego e blablabla.



O SENHOR É O ABENÇOADOR, MAS ESTES HOMENS INSISTEM EM ARRANCAR ATÉ DOS QUE NÃO TÊM.
NÃO PEDEM AO SENHOR, CLARO, NÃO SÃO SERVOS. O SOCORRO DO SERVO VEM DO SENHOR QUE FEZ O CÉU E A TERRA.

Deuteronômio 27:18
Maldito aquele que fizer que o cego erre de caminho. E todo o povo dirá: Amém.

"O NOVO ASTRO DA FÉ"  Não da FÉ QUE SALVA ou que trás SALVAÇÃO. A maior prova de FÉ que um cristão pode dar a DEUS chama-se OBEDIÊNCIA e é a OBEDIÊNCIA que provém da FÉ.
A FÉ salvífica, que salva; que oferece salvação é também a FÉ que OBEDECE.

FÉ = Oração perseverante.

FÉ  e OBEDIÊNCIA devem caminhar juntas. Ver Romanos 1.5; 16.26; Atos 6.7.

Todos dizem CRER em Jesus, mas o CRER ESPIRITUAL se resume em ESTAR DECIDIDO A OBEDECER e o DESEJO SINCERO de FAZER A VONTADE DE DEUS.

Um bom exemplo para curas que sucedem em grande escala, pode-se citar A CURA DOS DEZ LEPROSOS em Lucas 17.1-19. JESUS curou os 10 (dez) que levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós (vs 13); eles tiveram "FÉ"; mas observe que só um teve a que trás; produz salvação.  Vs 15 E um deles, vendo que estava são, retornou glorificando a Deus em alta voz 16 E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano. (Pessoa nascida em Samaria. Israelitas e Samaritanos não se davam por causa da diferença de raças, religião e costumes. Ver João 4.9).19 E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou.

Os Evangelhos nos relatam sobre os inúmeros MILAGRES de CURA que Jesus realizou, mas citam somente como SALVOS pouquíssimos. (Pode-se contar nos dedos).

"Pecadora perdoada"   Lucas 7.36-50 (ACF)
"A mulher com o fluxo de sangue" Mateus 9.20-22
"Marta e Maria"   Lucas 10.38-42 (ACF)
"Os 10 leprosos"   Lucas 17.1-19 (ACF)
"O cego de Jericó"   Marcos 10.46-52 (ACF)
"O publicano Zaqueu"  Lucas 19.1-10 (ACF).


A grande maioria nem sabe e nem quer saber o que ´significa  perseverar na doutrina de Cristo. Quantos cometem o crime de prevaricação? Fp 2.21 Porque todos buscam o que é seu, e não o que é de Cristo Jesus. 



Disse o SENHOR em uma  PROFECIA: "Não tem 1 (um) nesta cidade (RJ) pregando Minha sã doutrina". E é óbvio que em todo o Brasil. A Babilônia adentrou a igreja apóstata. O nome Babilônia provém de "Babel" que simboliza a religião falsa, a feitiçaria, a astrologia e a rebelião contra Deus. Em Apocalipse 3.4 vemos: Mas também tens em Sardes algumas poucas pessoas que não contaminaram suas vestes, e comigo andarão de branco; porquanto são dignas disso. 5 O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante do Pai e diante dos seus anjos.


Buscam o deus que eles fizeram, um deus que nunca existiu. Emitem OPINIÕES (do dic. "Idéia sem fundamento") a torto e a direito sobre o tesouro escondido do SENHOR que só revela o oculto, o escondido e o profundo aos pequeninos, aos que se submetem em buscá-lo não do jeito que o homem quer, mas sim do jeito que o Perfeito quer. Ver I Pedro 4.11


II Coríntios 11:14

Tiago 1:26
 


Valdemiro, e tantos outros pastores pregam sabedoria humana,  usam de persuasão carnal e não espiritual, é predominante o sofismas em suas pregações, não tem intimidade com a Palavra, com o SENHOR, com os mistérios que Deus só revela aos pequeninos. 

Vejamos o que a Bíblia fala sobre cobrir a cabeça: I Coríntios 11.7 O homem, pois não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem. Valdemiro "prega" de chapéu de caubói e sem paletó, reverência, conhecimento bíblico, intimidade zero. Muitos  pastores com calor, no púlpito "ministram" a Palavra sem paletó. Imagine um soldado de exército tirar a jaqueta na rua a caminho de casa, fora do plantão. Pode até dar cadeia  ao ser flagrado descomposto. Jornalistas de TV  em exercício da profissão estão sempre impecáveis, ataviados, paletó abotoado, como manda o figurino, idem as mulheres, não as vemos de vestes de alça, decotes, tomara que caia, ou quaisquer tipo de sensualidade em seus trajes. Mas na Babilônia que antes era chamada Casa de Oração se vê de tudo: shows, espetáculos e aplausos. Os cantores do mundo secular, muitos chegam a se apresentar de paletó e gravata, com as melhores roupas. No fórum cartaz  proibe mulheres sem pudor, em trajes sensuais, a transitar em seus recintos. E para o General dos generais que passa em revista sua tropa, como deve se apresentar o varão e a varoa? Tem que FAZER A DIFERENÇA há qualquer hora, não só na igreja, como fora e até em casa com vestes de servo (a). Isaías 13.4b O Senhor dos Exércitos passa em revista o exército de guerra.

Os "peregrinos" não sabem mais o que é fazer a diferença nas vestimentas, no linguajar, na equidade... Os falsos profetas não estão nem aí para a sã doutrina. O povo é negligente, não persevera na doutrina e engole todo tipo de "comida" que lhes é oferecida. Ver Mateus 22.29

O mundo e os incautos acreditam que Jesus em sua peregrinação na terra usava os cabelos crescidos; vejamos o que diz a Palavra de Deus. I Coríntios 11.14 Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido?  15 Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu. 16 Mas se alguém quiser ser contencioso, nos não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.

No tempo de José do Egito, ao ser levado a presença do Faraó, antes  se barbeou. Ver Gêneses 41.14 

Até o IV século os pintores retratavam Jesus de cabelos curto.

O General dos Exércitos não admite que seus soldados andem com o cabelo crescido e sim  no mesmo regime dos soldados aqui na terra que cortam de 15 em 15 dias. Certa ocasião  ao subir o Monte à noite, no verão e chegar em determinada altura onde ficaríamos, dois tiraram o paletó e penduraram numa árvore, pois estavamos encharcados de suor; na mesma ora o SENHOR usou em profecia um dos presentes dizendo: "Pode colocar o paletó, soldado Meu só tira o uniforme em casa." Eu era um dos dois, os outros não tiraram o paletó. O servo (a) tem que ser submisso a seu SENHOR. Em circunstância nenhuma deve-se desobedecer. A Palavra já diz: 
Lc 12.48.b E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá.

Salmos 94.12 Bem-aventurado é o homem a quem tu castigas, ó Senhor, e a quem ensinas a tua lei.

Outra ocasião ao orar com dois filhos para sair de casa, o SENHOR falou-me em profecia por um deles: "Pode parar de orar, te digo que a tua oração não está passando do teto. Quando falar comigo, rasgue o teu coração, para que tua oração chegue até o Meu coração, aí EU estarei ouvindo a tua oração". Ver Provérbios 28.9; Salmos 66.18; I Coríntios 12.31 e 14.1; I Tessalonicenses 5.20.

1 Tessalonicenses 2:4





www.Biblias.com.br  Navegue on line na Bíblia ACF - Almeida Corrigida Fiel a única no Brasil que não está corrompida, preservada pelo SENHOR. Exemplo: Filipenses 4.13 Posso todas as coisas em CRISTO que me fortalece. 

E não: ...NAQUELE que me fortalece. (Uma das centenas de milhares de erros nas bíblias corrompidas).


Descubra muito mais sobre as bíblias corrompidas neste blog: solascriptura-ACF.blogspot.com Defesa e preservação da Palavra do Santo de Israel. Navegue e informe-se. Para os que realmente querem um sincero e verdadeiro compromisso com o seu SENHOR.


arrebatamento1.blogspot.com Só subirão os retos e sinceros que perseveram na Palavra.


pastormauriciocerqueira.blogspot.com Leia-se: O Aviso de Deus1 Vários temas abrangentes; filmes; vídeos; vacinas; FEMA; Illuminati; Nova Ordem Mundial...

Contato:  pr.mauriciocerqueira@gmail.com
; 
.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

A PASTORA DAS DESGARRADAS - IG. BOLA DE NEVE

 

 Uma das FALSAS PROFETAS contemporânea e suas ovelhinhas

 A pastora das desgarradas

Como Priscila Mastrorosa atrai para a igreja bola de neve polêmicas musas do imaginário masculino

Francisco Alves Filho


 MUDANÇA
Priscila passou a adolescência surfando
e fumando maconha. Até a conversão

Jesus Cristo era um personagem vip. Tinha um temperamento tão agradável que na primeira vez que encontrou seus discípulos os convidou para ir à balada. Mesmo no meio de bêbados e mulheres marginalizadas, o filho de Deus mantinha seus princípios. Continuaria comportado ainda que se deparasse numa festa com a desregrada Maria Madalena, de copo na mão, dizendo: “E aí, Jesus, você vem sempre aqui? Shake your body! (mexa seu corpo!)” Essa leitura sui generis da passagem do Filho de Deus pela Terra pode parecer uma blasfêmia para a maioria das pessoas, mas tem sido a pedra fundamental do discurso de evangelização da pastora Priscila Mastrorosa, 36 anos, da igreja Bola de Neve. É com essa linha de pregação que ela arrebanhou os mais de 1.200 fiéis que frequentam seu templo localizado na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Não por acaso, ela fala a língua deles. A grande maioria dos presentes nos cultos é de jovens com jeito de surfista, cabelo rastafári, bermudões e tatuagens. Algumas vezes, a pregação de Priscila é interrompida por gargalhadas. “A mensagem de Deus não pode ser algo chato, maçante”, justifica. Nesse estilo, a líder religiosa cativou pessoas conhecidas, entre elas ex-símbolos sexuais como Regininha Poltergeist, Marinara Costa ou Georgiana Guinle. Com mais outras três subcelebridades convertidas, está produzindo “Boladas”, um programa de debates para a tevê. Também escreveu uma comédia teatral e planeja lançar até novelas. Tudo em nome de Jesus.

Do debate, que será uma espécie de “Saia Justa” (programa feminino do canal pago GNT) evangélico, já foram gravados pilotos discutindo temas como drogas e sexo. “Essas coisas (drogas) acontecem pela falta de Jesus”, conta Regina Oliveira, que na década de 80 povoava o imaginário masculino como a sexy Regininha Poltergeist, estrela nua de várias capas de revista. “Quanto ao sexo, é preciso ter cuidado, escolher a pessoa certa, ou então vai se relacionar com meio mundo e, no final, se sentir infeliz.” A pastora adianta que a pauta de discussões do programa seguirá assim, sem limitações. “Podemos tratar de qualquer assunto, desde que seja para passar valores de família, de vida”, explica Priscila. “Aqui não discriminamos ninguém, talvez isso tenha atraído essas mulheres para a igreja Bola de Neve.” A atriz Luciana Bessa (ex-“Malhação”), que com as atrizes Roberta Foster e Giselle Policarpo completa o grupo das seis “Boladas”, confirma essa impressão. “Não ouvi broncas, apenas orientação. Antes encarava o sexo como algo casual, hoje não.” Luciana é casada com um integrante da igreja.


A própria pastora já andou por caminhos tortuosos, digamos assim. Apesar de seus pais seguirem a religião batista, também protestante, ela se afastou dos cultos na adolescência. “Aos 15 anos fui para uma praia paulista, onde surfava e fumava maconha”, diz. Seguiu os passos de seu irmão, Rinaldo, que também gastou boa parte da adolescência surfando, usando drogas e só voltou a praticar a religião após contrair hepatite. “Meu irmão contou que teve uma experiência com Jesus. Eu dizia apenas: ‘Que bom para você’”, recorda. Três anos depois, por um motivo prosaico, foi a vez de Priscila se reconverter. Uma noite estava na praia, quando uma amiga perdeu a chave do carro. Então, ela prometeu a Deus que, se encontrassem a tal chave, se tornaria pastora. “Achei o chaveiro logo em seguida. Então resolvi cumprir a promessa.” Foi estudar teologia e pouco depois iniciou a parceria com o irmão, que havia criado a Bola de Neve. É casada há dez anos com o pastor Gilson, também integrante da igreja. O casal não tem filhos.

Apesar de embalar a pregação com cores modernas e joviais, no conteúdo a Bola de Neve não difere de outras denominações evangélicas. Defende o temor a Deus sem contestação, critica ícones das religiões afro-brasileiras e as práticas da Igreja Católica. A pastora refuta a bebida e o cigarro, define o homossexualismo como um comportamento que pode ser mudado caso a pessoa encontre Deus e desaconselha o sexo casual. “O que dizemos é que a relação sexual deve acontecer depois do casamento. Mas, se rolar, que seja com camisinha ou pílula anticoncepcional”, afirma. A informalidade, no entanto, dá outro tom a essas ideias tradicionais. Quando comenta sobre o comportamento daqueles que resistem à conversão, ela mais uma vez usa a linguagem dos jovens. “Quer continuar a ser um ‘manezão’? Não quer se transformar? Você é quem sabe...”, ameaça. Tanto Priscila quanto seu marido, o pastor Gilson, sabem que essa forma descontraída de falar combina com a linguagem da tevê e dos palcos. Por isso, “Boladas” deve ter um ritmo bem mais dinâmico do que os programas evangélicos tradicionais.



O próximo passo é montar em um teatro carioca uma comédia na qual Roberta Foster, que aparecia seminua como a Eva do programa “Zorra Total”, na Rede Globo, viverá o papel de... Eva. “Mas, dessa vez, será o verdadeiro personagem bíblico”, diz a pastora Priscila. Ainda está por vir um debate esportivo e um projeto de filme. Se depender do senso midiático de sua líder religiosa, a Bola de Neve fará jus ao nome e arrebanhará cada vez mais ovelhas.

   xxxxxxxxxxxxxx     xxxxxxxxxxxxxxx     xxxxxxxxxxxxxxxx     

pastormauriciocerqueira.blogspot.com  Leia-se: O Aviso de Deus1  Alertas sobre vacinas; dengue; illuminati; nova ordem mundial; FEMA; vídeos, filmes; yahoo e seu significado maligno...

www.Biblias.com.br  Click aqui e navegue online nesta genuína Bíblia ACF - Almeida Corrigida Fiel, desconhecida da maioria das igrejas apóstatas e seus ministros. 

solascriptura-ACF.blogspot.com  Somente as Escrituras - Defesa da genuína Palavra de Deus não revelada pelo Altíssimo as igrejas apóstatas. Confira algumas das centenas de palavras corrompidas nas bíblias anátemas tais como NVI (Editora Gospel); BLH; ARA - Almeida Atualizada; ARC; ALFALIT; VIDA NOVA e tanta$ moderninha$. O Texto crítico (T.C.) altera uma das maiores provas da divindade de Cristo, veja em:

II Timóteo 4.22 O Senhor, seja com o teu espírito. A graça seja convosco (ARA)
II Tm 4.22  O Senhor JESUS CRISTO seja com o teu espírito. A graça seja convosco. AMÉM (ACF)

Outro exemplo de corrupção nestas bíblias anátemas mencionadas: Veja em Filipenses 4.13
Posso todas as coisas naquele que me fortalece. (bíblias corrompidas).
Posso todas as coisas EM CRISTO que me fortalece. (ACF - Bíblia preservada pelo Senhor).

Veja outro em I Timóteo 3.16 (três palavras adulteradas neste versículo), compare com a Almeida Corrigida Fiel on-line.

Neste blog solascriptura-ACF, breve será apresentado algumas das centenas de erros no Antigo Testamento (inédito), por enquanto veja as aberrações do NT. PESQUISE, tire xerox e toque a trombeta, mas na direção do Espírito de Deus, ore e peça as coordenadas. Lembre-se que a obra não é do instrumento e sim do Espírito Santo.


 

arrebatamento1.blogspot.com  Tem dito o SENHOR: "Os dias são maus e vão de mal a pior". Fiquemos então mais apercebidos para este evento, onde uma grande maioria da igreja não deve subir, pois estão brincando de crentes e o SENHOR tem dito em Sua igreja que Ele, não é Deus de brincadeira.
.


IGREJA BOLA DE NEVE NO SURF PARA O INFERNO

Fonte : GENIZAH

Pedofilia, heresia e fraude: Bola de Neve ladeira abaixo.

Danilo Fernandes
                                                                                                                                          




A Bola de Neve merece reconhecimento em função do trabalho que tem sido realizado junto a um grupo grande de jovens desta geração que não estava sendo alvo de nenhum esforço evangelístico consistente e efetivo. Quem conhece a Bola sabe que há muita concessão na linguagem e na apresentação, mas no geral, a mensagem, que é o que importa, estava chegando sem muito ruído ou distorções, pelo menos até alguns anos atrás.

O “NO GERAL” é função das bobagens habituais do neopentecostalismo e do “mover apostólico” que desde sempre poluem a mensagem do Evangelho. O “ATÉ ALGUNS ANOS ATRÁS” é resultado do que veremos a seguir: Uma avalanche de heresias.

Rina adora uma novidade.
Muitos criticam a Bola de Neve sem conhece-la e ponderam sobre um eventual “liberalismo” na área de costumes. Falta conhecimento de causa. Na verdade, a “cartilha de costumes da casa” é bem conservadora. Muitos membros acrescentariam: “Bem mais do que conservadora, parafuso apertado.” Outros tantos diriam: “Este parafuso é tão apertado que espanou para o legalismo puro e simples”. Quem dera todo o zelo neste aspecto fosse dado à apresentação de um Evangelho puro e sem mistura.

Quem visita o site da Bola de Neve escuta uma trilha sonora vendendo a ideia de uma experiência espiritual, sobrenatural e radical. Não poderia ser mais verdadeiro. Não há nada mais radical nesta vida do que aderir ao Evangelho, viver mirando a Cruz.

Contudo, o entendimento do que seja radical foi totalmente distorcido pelos marqueteiros de plantão da Bola de Neve que obcecados em vender um conceito capaz de impressionar a galera jovem, dispensam a radicalidade da vida em Cristo e oferecem falsas doutrinas e experiências sobrenaturais radicais falsas, como veremos a seguir.

Batismo sexy

Voltando ao flanco comportamental, é interessante observar como certos críticos se separam completamente da repreensão profética ao ficar de “mi mi mi” sobre inovações na linguagem e nos eventos festivos buscando a adesão de jovens. Bobagem criticar ótimas oportunidades de evangelização como shows, luais, baterias de carnaval e que tais. [RETIFICAÇÃO deste blog O AVISO DE DEUS: O SENHOR diz que Sua Casa não é Casa de show, nem de espetáculos e nem de aplausos] Desde que a mensagem não seja alterada, o exagero pode até ferir as susceptibilidades de alguns, mas a meta é o que importa [ou seja: DO JEITO QUE O DIABO GOSTA? Ah GENERAL dos Generais!]. Esta é a teoria. Na prática, contudo, o que se vê cada vez com mais frequência são exageros “do departamento de marketing e entretenimento” que transformam o que é Santo, um mistério da Fé em um ato performático que banaliza um sacramento. Um momento de entrega e comunhão com o Pai se arrasta para o deboche e até para a sensualidade sem  hora  ou lugar: Batismo em Toboágua.

                           Ver vídeo no link do blog: http://www.genizahvirtual.com/ 

Que tipo de pensamento os trajes da irmãzinha despertam nos rapazes da assistência


Este evento de batismo no tobogã é blasfêmia da braba! [É profanar e Escarnecer e a Blasfêmia é dizer que é crente sem ser - ver Apocalipse 2.9,13 - Blog O AVISO DE DEUS] Alguns irão achar que estamos exagerando, contudo, como veremos a seguir, este é apenas um exemplo de como a quase nulidade da formação teológica dos líderes da BDN e a fraqueza das estruturas doutrinárias e de ensino da denominação permitem que todo o vento de doutrina bata e se acomode na Bola.

É o vicio do espetáculo, do sensorial, da carnalidade. Ou seja, na Bola de Neve o momento sublime do batismo não é o suficiente, é preciso acrescentar uma “ride” maneira rumo à agua. O problema é que junto com a “ride” vem uma camiseta molhada revelando um biquíni enterrado na bunda.

A primeira vez que o Genizah denunciou as aberrações dos atos proféticos e pajelanças similares na Bola de Neve foi em 2009. Na ocasião alertávamos sobre os resultados danosos desta busca pelo sobrenatural, o espetáculo e o diferenciado. Na ocasião, frizamos que quando o prazer pelos “meios” perde o foco do “fim”, o resultado.., bem... Leia o artigo.

Ainda em 2009 circulou um trecho do livro O sequestro do Sagrado relatando o absurdo da unção do Xixi e do rompimento do hímen espiritual, doutrinas espúrias pregadas em algumas igrejas da Bola de Neve, VEJA A MATÉRIA.

De lá pra cá os rumos não se alteraram, até se agravaram. 


Os garçons de deus e a Ana Paula Valadão de Quatro

Em outubro de 2010 a Bola de Neve organiza um mega evento com o falso profeta Randy Clark. Definitivamente uma atração radical. Uhuuuu!

Ver vídeo no link: http://www.genizahvirtual.com/

Randy Clark é o falso profeta por trás do famoso evento da Vineyard do aeroporto de Toronto. Neste falso avivamento as pessoas berravam, urravam, andavam como animais, incluindo Leão (ver Ana Paula Valadão que recebeu Randy na Lagoinha, gostou da parada e andou “causando” em um de seus shows) e, principalmente, riam. É a famosa unção do riso (embora eu prefira deboche). Os primeiros grandes incentivadores deste palhaço hipnotizador em nossas terras foram os Valadão que, inclusive fizeram este vídeo testemunhal a seguir para ajudar nas vendas de espetáculos deste mentiroso em outras terras.


O que há por trás destes fenômenos, hoje explorados por muitos que se julgam garçons de deus, que ficam a servir estas unções especiais?

Estas vivências sensoriais  não passam em nenhum teste capaz de indicar que tenham origem no Sr. Deus. Não testificam verdade e não tem embasamento bíblico. Ou alguém tem a coragem de afirmar que o nosso Deus Todo Poderoso poderia desejar que glorificássemos o Seu Santo Nome enquanto rolamos no chão como animais? Deus nos quer urrando, latindo, miando? Em que parte do Novo Testamento está dito que nos últimos dias iríamos para a igreja para latir feito cachorros, cacarejar feito galinhas, grasnar feito gansos? Estamos fadados a louvar andando de quatro feito leões, ou mesmo chafurdando na nave?  Talvez alguns prefiram ficar pulando feito macacos? É isto! De ápice da criação, vamos regredir ao cipó! Onde está escrito que a nossa edificação e a nossa adoração ao Pai dependeria de nos prestarmos a tal papel ridículo? Então o Espírito consolador de Deus virá no fim dos tempos para nos fazer andar de quatro? Nós que fomos libertos, somos FILHOS, eleitos, vamos dar testemunho ao mundo prostrados de quatro e latindo?

Eu vos digo que para isto nem é necessário aceitar Jesus e buscar uma vida de santidade. No meu tempo de dono de boate, eu me lembro bem (em alguns casos me contaram, risos),  de dias em que o fim de festa era  igual ao que se vê no vídeo, com duas vantagens: o uísque era melhor e, com sorte, você não se lembrava de nada depois. 

Os farsantes, como sempre, buscam trechos descontextualizados das Sagradas Escrituras para justificar estas tolices. Em seu livro “Evangélicos em Crise”, Paulo Romeiro combate essa novidade (Mundo Cristão, p. 80): Quanto ao “urro do leão” e à “unção do riso”, Romeiro esclarece: “Alguns citam Isaías 5.29 para defender o urro (...) Mas aqui é uma metáfora (...) As pessoas que usam Isaías 5.29 para defender o urro do leão usariam também Isaías 40.31, ‘sobem com asas como águias’, literalmente para tentar sair voando? (...) Para justificar a ‘unção do riso sagrado’, seus defensores citam Gênesis 18.12, em que Sara riu (...) Entretanto, esta passagem nada tem a ver com gargalhada santa. Além disso, Sara riu de incredulidade, uma atitude nada recomendável para o cristão.

 Crente animal


O fenômeno é hipnose e histeria coletiva e as razões são dinheiro e poder. Já foi largamente descrito o fenômeno da Kundalini Hysteria, um tipo de hipnose que provoca exatamente estes efeitos, técnica que Benny Hinn domina com maestria. Contudo, segue a palhaçada enquanto houver quem se impressione e pague para ver e sentir.


Galinhas e antas brasileiras cacarejando e urrando na IBAV, SP. Aqui também tem crente animal!


Os caciques gospel tupiniquins também adoram isto. Gostam de se sentir profetas poderosos que são capazes de prodígios, entre os quais, o mais infame: pretensamente dirigir o mover do Espírito Santo. E como garçons de Deus, distribuem doses a quem comparece aos seus eventos: cante, dance, imite cachorro e papagaio, oferte e depois saia gritando que foi impactado. Putz! Batida de ônibus com caminhão também impacta! Quero ver se acham bonito!

Quanto ao falso profeta Randy Clark, a igreja onde ele fez sua primeira gracinha (Vineyard – Toronto) não acha que ele seja homem de Deus. Algum tempo depois do evento a membresia reconhece que tudo era uma grande armação e lhe dá o cartão vermelho. Os grandes pregadores americanos que se manifestaram sobre o assunto também não acham. Consulte o Google! Porem o Rina, o André Valadão e família (no vídeo) idolatram Randy. Oferecem ao farsante um prestígio que ele não tem em sua terra.  Ao que tudo indica, gostam de tomar esta “unção” boiola pela venta, ficar de quatro, urrar... Diante disto, eu sou obrigado a perguntar novamente: Tem para homem esta unção?


Mas também quem vai a estes experimentos é igualmente culpado. Ninguém quer desistir de sua vida no pecado e se entregar a Graça do Senhor Jesus. É mais fácil recorrer a estes expedientes emocionantes e depois voltar a sua vida de adultério, prostituição, roubo, etc.

Os leitores observaram o cartaz do evento na Bola de Neve? O gringo promete “liberaração destinos”; “transferência de unção”; e “ativação profética”!

O Babalorichá Gospel não arria trabalhos de macumba. A sua especialidade é arriar as suas calças e bater a sua carteira!

Ativação profética
Para começar, liberar destinos não é novidade. Na macumba se vende a mesma tramóia tem décadas. Lá chamam de “liberar os caminhos”. Partem do pressuposto de que as coisas boas que tem de lhe acontecer são objeto de um pedágio (arriar trabalhos) que se paga ao capiroto para que outros capirotinhos parem de atrapalhar os projetos da sua vida. São nece$$ários gastos! Em se tratando de um submundo do mal, de gente enredada nas falsidades dos demônios, até faz sentido... Afinal é o “vale-tudo” mesmo.

E a versão gospel? Não é muito diferente não! Para quem acredita na doutrina das maldições hereditárias (aquelas que resistiram à Cruz) na vida dos nascidos de novo (de novo, pero no mucho, tem umas pendências a resolver que Gizuz não deu conta...) tem no babaloricha gospel a certeza de um poder especial deste sobre as maldições e pecados que o Cristo não venceu (blasfêmia indizível, mas sou obrigado a escrever) e que se libera sobre a vida da pessoa e abre seus caminhos.

Isto é um absurdo completo. Propor que destinos sejam liberados por A ou B, mesmo que em nome de Jesus é pura heresia. Propor cura interior, regressão e que tais  para achar maldições do passado ou revelar pecados do presente para a confissão é afirmar que o sacrifício do Senhor Jesus não foi bastante e suficiente para eliminar todas as maldições sobre a vida do crente. Tudo isto é o mesmo que afirmar que o Pai não governa e não tem cada fio de nosso cabelo contado.

RETIFICAÇÃO deste blog O AVISO DE DEUS: Jesus diz: "EU carreguei sim todas as maldições, enfermidades, todos os pecados... Mas só dos que Me OBEDECEM" que é minoria. A heresia de "uma vez salvo sempre salvo" está também neste contexto herético aí acima. Ver: Hebreus 4.3,5,6; 6.4-6; Apocalipse 3.5; 17.8; 22.18,19; Exodo 32.33; Salmos 69.28; Ezequiel 13.9; Mateus 7.21-29; Romanos 9.27...  AMÉM! Todas as promessas são só para os que pagam o preço de morte: Morte da carne, morte do querer, morte da vontade, morte do homem. Para meditar: Mateus 22.29; Efésios 5.14.
Lembre-se que OPINIÃO do dicionário é ideia sem fundamento e juízo baseado na aparência. Quantos achismos... Não é? A Palavra do Santo de Israel de Gênesis a Apocalipse não existe OPINIÃO, ACHISMO OU ACHOLOGIA. Ver 1 Pedro 4.11; Eclesiaste 5.2.

Tolices de um apóstolo-mirim

Já o conteúdo de ativação profética chega até ser ridículo. Parte do entendimento que profeta é o camarada dotado de super- poderes. Alguém que possui o poder de adivinhar o futuro, um tipo de pitonisa gospel. Esquecem-se que a voz profética é de Deus e, em geral, é de exortação. O verdadeiro profeta é tudo menos o mocinho que aprendeu o linguajar neo penteca versão "O pequeno apóstolo, um jogo da Arca Mundial". Na verdade, as Sagradas Escrituras nos instruem que um verdadeiro profeta, vivendo neste meio, já estaria com calos na garganta e sulcos nos pés de tanto xingar e chutar esta turba de dementes e farsantes.
[RETIFICAÇÃO deste blog O AVISO DE DEUS - OPINIÃO contrária a Sã Doutrina = HERESIA. Ver 1 Coríntios 12.31; 14.1,3-6,12,,21,22,24,25,31,39; 1 Tessalonicenses 5.19-21; Apocalipse 19.10]

Vende-se Unção

Mas o minha heresia “favorita” é a tal transferência de unção. Uma novidade que está invadindo até mesmo os arraiais pentecostais. Está cheio de pastor famosinho por ai vendendo por até dez mil reais uma dose de sua unção. Manja dose de esperma de touro famoso? É por ai! Só que ao contrário do bovino, a transferência é ilimitada, risos. A justificativa do golpe está na sucessão de Elias para Eliseu. Vai ai uma das interpretações mais boçais do texto sagrado que eu já conheci.

Quem se importa que o conceito de unção no velho testamento é diferente do de hoje e, se vamos adotar este entendimento, o antigo, então o façamos direito e falemos de comissão e sucessão: De Elias à Eliseu: 1 Rs. 19.19, nesta ocasião Eliseu estava sendo comissionado (ungido) para assumir Elias à Eliseu: 1 Rs. 19.19, nesta ocasião Eliseu estava sendo comissionado (ungido) para assumir o lugar de Elias: 1 Rs. 19.16. Quando Davi foi ungido na casa de seu pai, pelo profeta Samuel: 1 Sm. 16.13, isto estava ocorrendo porque Deus havia rejeitado a Saul como rei: 1 Sm. 15.11. Ao tempo em que Davi foi ungido para ser rei, o Espírito do Senhor, se retirou da vida de Saul: 1 Sm. 16.14.

Em breve no meio gospel: Download de unção
Na presente aliança a unção é orientação de Deus, para levar bênçãos às pessoas, segundo os nossos dons. Todos nós a temos [Definição de unção errada e mesmo se estivesse certa é HERESIA - Tem um preço a ser pago e que preço... De OBEDIÊNCIA, mas não do jeito que o homem quer e sim como o PERFEITO quer. Mistérios. Blog O AVISO DE DEUS]. Contudo, como vimos acima, sabemos que ela pode ser perdida, se não seguimos a tal orientação de Deus. A unção jamais poderá ser transferida segundo nossa vontade, pois provêem de Deus. Tão pouco poderá ser vendida em doses homeopáticas, ou baixada na internet a partir do site da estrela gospel. Perde-se tudo, não parte.
Não se pode repartir o que é indivisível. 

Estas pessoas que advogam tais absurdos e praticam tais rituais, estas sim, nem mesmo possuem unção de Deus. Querem vender aquilo que não lhes pertence. Ofendem gravemente a Deus. Logo se vê que suas obras não procedem do Senhor. Da mesma forma, também não podem transferir seus dons (inteligência, boa voz, persuasão, etc.). No máximo, podem transferir o seu know-how no engano e manipulação de pessoas, mas isto não se faz com reza braba e imposição de mãos na cabeça. Melhor fazer o curso do Malafaia em Aguas de Lindoia ou similar.

Não me surpreende que leigos acreditem nisto e comprem um pouquinho de unção. Surpresa mesmo é ver, no Gideões, pastores comprando unção de outros pastores ligeiramente mais famosos. Eu até entendo um Renê Terra Nova comprando a unção de Abraão do Morris Cerullo. Neste caso, é uma forma de tornar oficial seu sonho de ser Patriarca, mas o pé de chinelo fazendo isto me espanta!

Esta Itioka deve tomar muita Ypioca

Moça no fundo: mardita ypioca.
A cada dia, a doutrina da Bola de Neve se parece mais com uma sopa de entulho. E não faltam cozinheiros dispostos a jogar algo novo no caldeirão. O dono da cozinha, Chef Rina, adora uma novidade. Contudo, se você perguntar a alguém da cozinha quem é que mexe mais neste caldeirão, um nome desponta: Neuza Itioka. A maioria do entulho é dela ou foi trazido pelos “preletores” que ela traz para os congressos da denominação.

É influência direta da Neuza Ypioca toda a pegada forte da Bola nos temas heterodoxos (mover profético, cura interior, libertação, mapeamento, atos proféticos, satanismo, etc.). Sempre que há um problema sério, o Rina faz reunião com ela e a liderança da igreja. A aliança começou em meados de 2002 e formou a identidade da igreja. Foi uma irmã que foi num congresso e apresentou toda a literatura desse movimento ao Rina, que na época estava sofrendo com problemas de “ocultismo” na igreja. Desde então, ela vem pelo menos duas vezes por ano, fazer o congresso de cura e, pior de tudo, o Rina obriga toda liderança a fazer cura interior e libertação ano após ano. 

Um líder nos informa que obrigar os líderes a tais práticas é um meio de saber se há um satanista infiltrado, pois quem se recusa a fazer os encontros vai para a lista negra.

Nada de sexo oral entre casados.
Com a Neuza veio também uma ênfase forte na ministração de dízimos e ofertas naquele esquemão do gafanhoto devorador, brecha ao maligno, etc. A diferença fica por conta destes ares pretensamente sobrenaturais e proféticos, risos. E talvez na linguagem, risos. No caso dos surfistas o devorador deve ser o tubarão e tomar caldo é a colheita seca...

D. Neuza também é grande demonizadora da cultura, o que é um tremendo contrassenso dada às características da denominação, mas quem se importa, risos. Chato mesmo são suas instruções para o sexo entre casados. Sexo oral, por exemplo, nem pensar! Proibido a todos os casais na Bola de Neve (mas não a todos os pastores, como veremos a seguir)! Será que esta senhora nunca leu Cantares? Queria vê-la dizer ao Rei Salomão que sexo oral não pode... Ou talvez lhe aprouvesse também dizer a Jesus que não fizesse o primeiro milagre...

Outro guru muito respeitado pelo Rina é o Ap. Léo, especializado em "atos proféticos" e “mapeamente espiritual”. É o homem que consagrou o Rina à apostolo no ano de 2003. Também amigo da casa é o Cirilo da Santa Geração, o especialista em na "unção do pó de ouro". Veja como a coisa vai ficando feia...

Há pastores da Bola de Neve que aliviam esta baderna e procuram a centralidade nas Escrituras em suas pregações. Outros chafurdam alegres na lambança. Entre os que se divertem na lama, o mais famoso é pr. Erik da Bola-Santos. Conta-se que ele resolveu construir uma arca da aliança há alguns anos atrás e disse que foi direção de Deus (É claro que foi! Deus se cansou da gente e voltou para a antiga aliança!). No último carnaval, eles levaram a arca pela areia da praia, junto com a bateria de escola de samba da igreja, para fazer evangelismo e guerra profética (vai vendo...) no carnaval. Lá ia a arca na frente da multidão, que não podia chegar perto (quase bíblico o preceder, o detalhe fica por conta da Aliança errada, mas quem liga!) no ritmo dos tamborins. Roa-se de inveja Yossef Akiva, risos.

Acho ótimo evangelismo no carnaval, mas com a arca fica parecendo abre-alas de bloco da baixada santista (Ih! Foi mal, risos). 

Vem com Josué, lutar na Praia de Boqueirão  (ops, Erik)
Boqueirão, Boqueirão
Vem com Erik lutar na Praia de Boqueirão
E as barracas de cerveja ruirão!

Em anos anteriores (nos conta uma testemunha),  pr. Erik levou esta mesma arca ao topo do Monte Serrat, mas não pelo bondinho como todo mundo sobe, mas pela escadaria. Afinal, a arca não pode ser colocada em carros de bois, uma referência a passagem de Uzá! (Socorro Gizuz!). E que ninguém diga que o pr. Erik não é homem zeloso das "escrituras" e das tradições!  Anos atrás, ainda na igreja antiga, ele mandou instalar um semáforo enorme no altar. Ali se lia: Nível de Alerta Espiritual. Debaixo da luz verde está escrito "descansar", na amarela "alerta" e na vermelha "guerrear". Praticamente a sala da justiça de Gizuz!

A esta altura, o leitor que é só cristão evangélico, leitor de Bíblia e seguidor do evangelho puro e sem mistura deve estar achando que faltou a aulas da Escola Bíblica Dominical ou está numa igreja muito desatualizada. Não está não meu irmão! Igreja boa é aquela desatualizada  uns bons 2.000 anos. Se a sua denominação foi fundada há cem anos ou mais e segue a mesma doutrina bíblica, você está no lucro. Creia!


O pessoal da Bola de Neve Church também tem uma queda por profetas. O Rina todo ano traz uns profeteiros para mostrar novas revelações sobre a igreja. Entre eles estão o turco da Igreja Casa Firme - Wissan Halawi, Sergio Lopes (Comunhao plena) e principalmente um de tal apostolo Kevin (um "cara" do Canada). Durante muito tempo, veio também a mexicana Ana Mendez, uma pirada. Uma pesquisa pelo Google será suficiente para tirar o sono das crianças. Nem vou me aprofundar com esta turma.

Resumo da profetada: A doutrina da Bola é uma sopa de entulho e fora tudo o que foi dito ainda tem: um pouco de Renascer, Casa de Davi (Sim! Os anjos cutucavam lá também), David Quinlan, Daniel Mastral, etc. E, recentemente, o Silas Malafia virou um amigão da casa. Neste site o material doutrinário da Bola: www.mergulhandonapalavra.com.br

Quando eu era menino, eu gostava das coisas de menino

Imagine uma igreja que tem um ministério de jovens espetacular e um ministério regular incapaz de edificar um adulto maduro na fé? Problemas à frente.

Com uma linguagem tão focada em determinada faixa etária e uma teologia fraca é até fácil segurar uma membresia de adultos adolescentes na fé ou starlets desempregadas, mas dai a manter este clima de aventura radical com a membresia que envelheceu fica mais difícil. O que um surfista de fim de semana recém formado quer é grana. Ficar rico é seu novo esporte radical. E para este publico que a Bola de Neve está ensaiando oferecer a teologia da prosperidade. Por enquanto o Rina ainda não pega pesado no tema, mas já assinou aliança com Silas Malafaia. Nas últimas Eslavec, o evento promovido pelo Silão em Águas de Lindoia com a nata da confissão positiva, Rina esteve presente. Já Malafaia é convidado frequentemente para palestrar autoajuda na Bola de Neve. Se a influencia crescer, o caldo entornou de vez.


Furo exclusivo: Pedofilia e roubo na Bola Barra

Priscila Mastrorosa, irmã de Rina e casada com Gilson.
A sede da Bola de Neve no Rio de Janeiro é uma das joias da coroa do Ap. Rina. Localizada de frente para o mar da Barra da Tijuca, em um dos metros quadrados mais caros do país. Ali fica um dos trechos de praia mais famosos do Rio, a chamada praia do Pepê onde a juventude dourada da cidade se bronzeia. Quem passa no local não acredita que naquele prédio funcione uma igreja. Mas talvez seja esta a explicação para tantos famosos frequentando o local. Tudo marketing.

O comando da unidade ficava por conta do casal Gilson e Priscila Mastrorosa. Ele, pastor, ex-empresário e operador do mercado financeiro. Ela, pastora, ex-surfista, ex-drogada e irmã do Ap. Rina, o líder da denominação. Ou seja, a joia estava estregue aos cuidados da família.

Como pode ser visto NESTA MATÉRIA, nesta igreja tem comunhão todas aquelas ex-artistas; ex-modelos sensuais de revista masculina; atores globais e outros famosos. O casal conquistou diversas matérias em revistas de celebridades oficiando o casamento de famosos e resgatando artistas perdidos

Muito glamour entre as famosas de Gizuz
Muitos jovens foram alcançados e boa Obra foi feita por lá, até recentemente, quando uma avalanche de baixaria surpreendeu a todos.

Um dos motes favoritos dos líderes da Bola de Neve  é afirmar que os dízimos e ofertas da igreja são auditados externamente por uma empresa de auditoria de renome: a BDO-Trevisan. Tudo muito lindo na teoria, mas na prática havia exceções. Uma delas era a unidade de Gilson e Priscila Mastrorosa.

Não foi por falta de tentativa. Os administradores tentaram diversas vezes estender a auditoria até a unidade, mas sempre encontravam alguma resistência por parte de Gilson, por quem o Ap. Rina dizia colocar a mão no fogo. Deve estar queimado até o osso.

O primeiro evento suspeito envolvendo o Pr. Gilson foi vexame do fundo da bolsa de valores. Desde sempre Gilson teve o sonho de abrir uma corretora de valores em Los Angeles. Falava em abrir a Bola de Neve por lá. Igreja e corretora, tudo a ver, risos! A fim de treinar, Gilson teve uma brilhante ideia: Apresentou à igreja sede em São Paulo uma simpática consultora de investimentos para que esta realizasse em diversas unidades da Bola cursos sobre aplicação em bolsas de valores e, claro, risos, organizasse fundos de investimento onde muitos irmãozinhos aplicaram o seu rico dinheirinho. Não só eles! Entrou na dança uma baba em dízimos e ofertas da igreja.


Alguém pode me dizer aonde já se viu aplicar os dízimos em fundos de alto risco? Como não podia deixar de ser, deu mer... (um resultado desfavorável, risos) e a grana virou pó! Rebu instalado. Ventilador ligado. A coisa fedeu tanto que a Corretora TOV, envolvida na aplicação dos valores, devolveu parte do dinheiro dos membros, mas nada para a igreja, que teve de aceitar caladinha a tungada, pois recebeu ameaça de denuncia à imprensa.

Na sede no Rio de Janeiro as desconfianças em relação ao Pr. Gilson começaram a aumentar. Contas básicas não batendo indicavam problemas. O estopim foi aceso quando, numa seção de “cura interior” (Bem feito! Fica ensinando heresia, vai o castigo, risos.), uma moça confessa que mantinha um caso sexual com um pastor da Bola de Neve há seis anos.

Adúltero , pedófilo e ladrão. (mantinha um harém fora do casamento)


Minha filha, que pastor? Pastor Gilson. O Pastor Gilson, o segundo da denominação, líder no Rio e casado com a irmã do apóstolo Rina, este pastor Gilson? Ele mesmo. Minha filha quantos anos você tem? Tenho 20. Então você começou este caso quando tinha 14 anos? Sim.

O caldo entornou. Foi caixote brabo. Operação abafa na cura interior. A partir dai, cada mergulho do Gilson foi um flash e ele foi saindo cada vez pior na foto.

Genizah sabe a identidade da moça, uma menina linda, esportista aquática. Os pais ainda não decidiram o que fazer legalmente sobre o caso. Em respeito a eles, sua decisão e à menina, que é vítima, vamos manter a discrição. Na Bola Rio, contudo, quase todos sabem quem é a moça.

Genizah preserva a identidade da vítima
Agora não havia impedimentos por parte de Rina e as investigações foram feitas. Alguns afirmam que uma câmera foi colocada na sala onde se contam os dízimos e o que se filmou foi um vexame. Na questão do adultério, descobriram-se  muitas outras amantes atuais e passadas e outras atitudes sórdidas. Com muitos indícios na mão, Rina ligou para ele dizendo: 
- "você vai preso, cê tá ferrado" e o cara percebendo que a casa caiu, fugiu. Ao que tudo indica para Los Angeles e, obviamente, com um bom pé de meia.

A história deixa lições. Para começar, a tremenda hipocrisia do pastor no que tange ao constante e massacrante reforço às regras comportamentais. No fim das contas, os fariseus costumam ser os mais depravados.

Depois de entornado o caldo, “Rina mão queimada” e família revelam o passado negro de Gilson no que tange a dinheiro no passado. Sem entrar em detalhes, um empresário acusado de golpes por seus sócios e bem enrolado. Estaria este homem apto a administrar dinheiro de igreja?

Após o evento, Rina reuniu os seus pastores e abriu o jogo. O que é muito bom.  Também conversou com a membresia do Rio. Já a membresia de outros locais segue sem nada saber. Fica um ambiente de fofoca. Há alguns domingos, na sede da Bola, a sua irmã, Priscila Mastrorosa, foi chamada à frente a fim de que alguns pastores orassem por ela. Aproveitou-se o momento para se oferecer qualquer explicação? Não. Um erro! Rina deve prestar contas do dinheiro dos dízimos e ofertas aos membros e também acerca do comportamento promiscuo do ex pastor (o segundo homem da denominação!). Sua irmã, que foi ofendida e é inocente, voltou para São Paulo e está compreensivelmente recolhida. Deus a console. Outro cunhado de Rina, o pastor Giba assumiu a unidade da Barra no Rio.

A Bola de Neve tem muitos méritos. Creio que o que foi exposto deve servir para reflexão. Em especial com relação ao assédio doutrinário por parte de agentes de modismos e experimentos heterodoxos. De resto, vale lembrar: Os erros são das lideranças, não da maioria do povo de Deus que lá está. O povo está ali genuinamente buscando Deus e bate de frente com religião. E, como vimos, religião ruim.

Praia do Pepê
Apesar dos pesares, tem muita gente passando ao largo de tudo isto e vivendo com Deus e obtendo conversões genuínas e verdadeiras. São muitos os jovens que realmente viveram uma experiência radical com Jesus. Muitas famílias foram restauradas, etc. Deus faz mesmo, apesar da confusão. [FALÁCIA - O Deus que  revela o oculto, o profundo e o escondido, NÃO OPERA EM SINAGOGA DE SATANÁS. Consideração deste blog O AVISO DE DEUS. Ver Ap 2.9,13]

Há muitos pastores ali que abandonaram tudo para viver para a Obra e Missões. [olha a falácia, lisonja] A maioria tem o desejo sincero e ardente de ver os sinais do Reino na nação e na presente geração. Na Bola de Neve há muito espaço para as pessoas se engajarem nos ministérios e exercerem seus dons e talentos. Há incentivo para pequenos grupos e a comunhão entre os membros. O ministério de recuperação de drogados é mais do que digno de nota. Para finalizar: os eventos evangelísticos, os shows musicais e a linguagem acessível a todos são bons frutos. [GENIZAH lisonja, adulação e nem sofisma não provém de Deus não.  Romanos 16:18 Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e com suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos simples. "O AVISO DE DEUS" - consideração deste blog]

Enfim, a Bola é uma denominação nova, de uma liderança nova e de primeira geração, portanto, sujeita a ventos de doutrina. Vento é bom para as ondas e o surfe. Mas na Igreja são perigosos. Para alcançar seu alvo principal, já é necessário caminhar numa linha tênue por conta da linguagem,  do esforço de se fazer entendido e motivar uma geração normalmente arredia ao convencional. Se é assim, porque buscar mais pedras de tropeço trazendo para casa novos e perigosos riscos de apostasia?


Leia Mais em: http://www.genizahvirtual.com/2010/12/bola-de-neve-ladeira-abaixo.html#ixzz1Cm5QuJK8
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

                  xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Considerações deste blog O AVISO DE DEUS, todo texto em colchete [ ] e com destaque deste blog O AVISO DE DEUS é da autoria do mesmo.Os versículos a seguir são da Bíblia versão ACF - Almeida Corrigida Fiel da SBTB, é só clicar no link do versículo e já abre no site.







Amós 5:21


pastormauriciocerqueira.blogspot.com  Leia-se: O Aviso de Deus1 Diversos alertas sobre  variados temas abrangentes.


solascriptura-ACF.blogspot.com  Defesa da Bíblia genuína preservada pelo SENHOR. CONFIRA OS ABSURDOS DAS BÍBLIAS CORROMPIDAS: ARA; BLH; ALFALIT; VIDA NOVA; NVI... E muita$ outra$ moderninha$.   Está tudo mastigado, pronto para seu usufruto.     


Salmos 119:160



www.Biblias.com.br  NAVEGUE neste site da Bíblia ACF - Almeida Corrigida Fiel - online e descubra o que o Perfeito tem reservado para vc. PESQUISE.


arrebatamento1.blogspot.com  A quase totalidade da igreja apóstata e despercebida deste evento ímpar, não terá tempo de arrepender-se após o efeito tão esperado pelos cristãos piedosos, crente carnal não sobe não. Ver Rm 9.27

Contato: pr.mauriciocerqueira@gmail.com

 
.

Postagens populares

JESUS o único caminho

A B E N Ç Ã O DO SENHOR ESTEJA SOBRE OS SINCEROS

O SENHOR te abençoe e te guarde; o SENHOR faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o SENHOR sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Nm 6.24-26

Quem sou eu

Minha foto

Meu nome: Maurício Cerqueira, sou pastor da Assembleia dos Santos (Nome dado pelo Senhor em profecia) igreja do Senhor e seus remanescentes; pela misericórdia antes de ser consagrado pelo homem, tive o privilégio de ser consagrado pelo DEUS TODO-PODEROSO. Então, vivo para a Sua obra e persevero na Palavra, é necessário, pois me foi imposta esta obrigação (Jeremias 15:16). Tenho outro grande privilégio de trabalhar só para o Altíssimo e aprender a viver no dia a dia João 5:39; 14:21; Mateus 7.21; 22.37-39; I Coríntios 7:23; 13; Salmos 37.4; Provérbios 1.7; 2; Jeremias 15.16; 29.13 e 33.03... e a ser grato ao SENHOR que me proporciona todas as condições, me sustentando de todas maneiras para se concretizar o seu querer na vida deste servo inútil que lhe pertence. A L E L U I A

Receba atualizações por email

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

>